Cineasta Rodrigo Aragão trará o Museu dos Monstros para a Horror Expo 2019

O nome Rodrigo Aragão virou sinônimo e referência de terror e horror no Brasil nas últimas décadas, após o cineasta e proprietário das Fábulas Negras Produções Artísticas, ganhar espaço e reconhecimento, pouco a pouco, com os longas “Mangue Negro” (2008), “A Noite do Chupacabras” (2011), “Mar Negro” (2013), “As Fábulas Negras” (2015) e o mais recente “A Mata Negra“, lançado no ano passado e estrelando, num brilhante elenco, nomes como Carol Aragão, Jackson Antunes, Clarissa Pinheiro e Francisco Gaspar.

Em 2019, Rodrigo, capixaba de 42 anos de idade, inaugurou na Praia do Morro, em Guarapari/ES, o “Museu dos Monstros“, local que reúne várias peças do seu acervo acumulado ao longo dos seus 25 anos de história no cinema. Aberto para visitação ao público, o local possui labirintos mal-assombrados com personagens das produções do cineasta, como o zumbi caranguejo, a baleia zumbi, a loira do banheiro, o monstro do esgoto, o saci e o mausoléu de “O Cemitério das Almas Perdidas”, um dos palcos para o novo filme, atualmente em pós-produção.

O visitante da Horror Expo 2019, evento que acontece entre os dias 18 e 20 de outubro no Expo Center Norte (São Paulo/SP), já pode comemorar, pois “Museu dos Monstros” será levado exclusivamente para o local, ocupando um espaço de 224m² e estará aberto durante os dias e disponível para todos os visitantes da feira.

Rodrigo Aragão e a equipe das Fábulas Negras estarão presentes no local e o cineasta ainda participará de diversas atividades no evento, como um painel exclusivo sobre sua carreira e o novo “O Cemitério das Almas Perdidas“, debates, oficinas e outras atrações, que serão reveladas em breve no site oficial e redes sociais oficiais da Horror Expo.

A trajetória de Rodrigo Aragão

Apesar de ter lançado seu primeiro longa-metragem em 2008, Rodrigo Aragão começou a trabalhar com efeitos especiais bem antes, em 1994, inspirado por seu pai, que era mágico e proprietário de um cinema. O amor pelo fantástico e a cultura e lendas regionais brasileiras, fizeram com que fosse criado um estilo singular, peça fundamental em suas narrativas e criações.

Autodidata, o profissional foi aperfeiçoando a sua técnica e, ao longo dos anos, seu trabalho não foi exibido apenas em suas produções, mas em diversos outros filmes nos quais cuidou de efeitos especiais e maquiagem.

Com renome no Brasil e exterior, Rodrigo coleciona várias indicações e 25 prêmios ao longo de carreira, sendo um dos mais recentes a conquista de o “Melhor Argumento” para “A Mata Negra”, no Fantasporto (Festival Internacional de Cinema Fantástico do Porto). E, além de estar constantemente em produção, o profissional também gosta de transmitir seu conhecimento, ministrando oficinas em todo o mundo.

Crédito das fotos: Fabricio Selestrino Lourenço.

Para mais informações, acesse: www.horrorexpo.com.br.

da Redação A Toupeira

Filed in: Saia da Toca

You might like:

Conheça cinco livros da Editora Colli Books para comprar pelo e-commerce Conheça cinco livros da Editora Colli Books para comprar pelo e-commerce
Comédia “Quem vai ficar com Mário” ganha pôster oficial Comédia “Quem vai ficar com Mário” ganha pôster oficial
“This Is Us”: Após hiato, série retorna para os últimos episódios “This Is Us”: Após hiato, série retorna para os últimos episódios
Florence + The Machine interpreta nova música do filme “Cruella” Florence + The Machine interpreta nova música do filme “Cruella”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.