“Com que roupa irei para a festa do rei” terá lançamento em São Paulo

Inspirado no conto de fadas “A roupa nova do rei” e em personagens da sua terra natal, Fortaleza, Tino Freitas conta, em versos, uma história divertida e dinâmica.

“Pelas ruas você pode encontrar muitos reis, então resolvi brincar com isso e o livro está repleto de metáforas visuais e textuais de elementos que circundam essa condição humana de ser o mais importante. Quem é o mais importante? E o que é o mais importante? Para mim, o mais importante é oferecer literatura de qualidade para as crianças”, afirma.

No texto, após o anúncio da festa, os bichos súditos vão em busca de um alfaiate para vestir o mais belo traje para o baile do rei. Por se tratar de uma história que envolvia fantasias, vestuário e, tecidos, Tino escolheu como parceira para o livro, a ilustradora Ionit Zilberman. “Ela tem um trabalho singular que, além de criativo, usa elementos dos mais surpreendentes. Além do papel e tinta, ela ilustrou todo o trabalho sobre tecido, que foi fotografado para compor a obra”, detalha Freitas.

Para o enredo decidiu que as personagens seriam animais da fauna brasileira, mas o único referido no texto é o jabuti. O autor explica que a exemplo da coruja, o jabuti é um símbolo da inteligência e enquanto os animais correm, enfrentam uma fila e a dúvida sobre o traje a escolher para a festa à fantasia, o jabuti – grande leitor – percebe qual a jogada do Rei. “Todos os outros animais deixei para que a Ionit criasse, o que fez com maestria. Nas histórias clássicas, os animais, representam características do comportamento humano e o leitor pode fazer esse link de forma leve, prazerosa. Gosto de usar esses símbolos em algumas histórias que crio”, constata.

Na obra o leitor, seja adulto ou criança, pode fantasiar no mínimo de duas formas: ao ler a história e imaginar quais fantasias as personagens irão vestir, pois o texto não revela isso explicitamente; e, ainda, buscar o significado do final que, embora não exija um conhecimento anterior da obra do Hans Christian Andersen pode ser um convite para conhecer essa e outras histórias do dinamarquês rei do Era Uma Vez. E ainda convida a ler as imagens da ilustradora, pois a história se conclui em duas páginas duplas sem texto.

“A mídia que usamos para contar a história é o livro ilustrado e precisamos aprender a ler as imagens que podem narrar tanto ou mais que o texto escrito. Em ambos os casos, fantasiar é brincar. Talvez, o brincar de adivinha seja o brinquedo mais explícito, mas quero acreditar que há ainda outro brinquedo maravilhoso que o livro para a infância traz consigo: o ler com, e para, o outro. Pai e filho, professor e alunos, avô e neto, dois irmãos… o grande brinquedo da fantasia quando se é criança é ler junto”, declara o autor.

Ficha Técnica:

Título: Com que roupa irei para a festa do rei

Autores: Tino Freitas e Ionit Zilberman

Ilustrações: Ionit Zilberman

Formato: 21,5 x 25 cm

Número de Páginas: 32 páginas

ISBN: 978-85-10-06565-8

Preço sugerido: R$ 56,20

Serviço:

Lançamento e sessão de autógrafos do livro “Com que roupa irei para a festa do rei”

25 de novembro das 15h às 18h

Livraria NoveSete

Rua França Pinto, 97 – Vila Mariana, São Paulo – SP

*o autor e a ilustradora estarão disponíveis para autógrafos. O evento será aberto ao público

da Redação A Toupeira

Filed in: Livros, Saia da Toca

You might like:

Especial 007: A vez de George Lazenby Especial 007: A vez de George Lazenby
“Convenção das Bruxas” chega às plataformas digitais “Convenção das Bruxas” chega às plataformas digitais
Confira os novos pôsteres de “Zack Snyder’s Justice League” Confira os novos pôsteres de “Zack Snyder’s Justice League”
Pato B.Duck invade o PUBG Mobile em nova parceria Pato B.Duck invade o PUBG Mobile em nova parceria
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.