Crítica: “A Turma do Pererê.doc”

A Turma do Pererê é uma série de histórias em quadrinhos, criado por Ziraldo, “o pai” do Menino Maluquinho – foram 43 edições entre os anos de 1960 e 1964 pela revista O Cruzeiro.

No documentário “A Turma do Pererê.doc”, dirigido por Ricardo Favilla, é resgatada a importância social e política de mais esta obra de Ziraldo, que foi de fundamental para o início da produção de hq’s no Brasil.

O documentário reúne diversos jornalistas, historiadores e quadrinistas que revivem a identidade e todo o simbolismo da turma que vivia na Mata do Fundão. Nomes como Laerte e Mauricio de Sousa comentam a relevância não só da obra, mas do próprio Ziraldo para a revolução das histórias em quadrinhos no país.

É muito interessante observar os personagens e suas características, muito nacionais: o Saci é Pererê, personagem clássico do folclore brasileiro; Tininim, um índio; Galileu, uma onça. Geraldinho, um coelho; Moacir, um jabuti; Alan, um macaco; Pedro Vieira, um tatu; Boneca de Pixe, uma garota negra, namorada de Pererê; e Tuiuiú, uma índia que transitava entre a aldeia e a modernidade. Cada um com aspectos emocionais muito humanos, no longa podemos ver detalhes da criação e da escolha de nome e personalidade.

A produção conversa com o público sobre problemas que afetavam o Brasil dos anos 1960. Muitos não imaginam, mas lá atrás, Ziraldo já falava sobre questões muito atuais, como a preservação da natureza, o destino correto do lixo e o cuidado com mananciais.

A obra também conta com depoimentos do próprio Ziraldo, que narra uma parte de sua trajetória. O garoto que saiu da região leste de Minas Gerais e foi para o Rio de Janeiro em busca do sonho de ser “desenhista de quadrinhos”. Foi abordado também o fato da publicação de A Turma do Pererê ser cancelada em um momento em que seus números eram gigantescos, durante um período tão conturbado que foi o do golpe militar – o cartunista, por sua vez, prefere não comentar sobre isso.

É inegável o peso das obras de Ziraldo para a cultura brasileira, e neste trabalho vemos seu pioneirismo, conseguimos enxergar a forma com que uma nova cultura foi criada para os artistas brasileiros a partir de sua representatividade.

“A Turma do Pererê. doc” deve ser incluído na sua lista de coisas para assistir, seja pelo amor incondicional à cultura, quadrinhos, política ou até mesmo por simples curiosidade.

por Carla Mendes – especial para A Toupeira

Filed in: Cinema

You might like:

Netflix confirma o início da produção de “Rebelde” Netflix confirma o início da produção de “Rebelde”
Fandangos lança versão em formato de mini espigas Fandangos lança versão em formato de mini espigas
Saiba quem são os vencedores do Globo de Ouro 2021 Saiba quem são os vencedores do Globo de Ouro 2021
IGN Fan Fest: Assista aos créditos iniciais de “Zack Snyder’s Justice League” IGN Fan Fest: Assista aos créditos iniciais de “Zack Snyder’s Justice League”
© 6664 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.