Crítica: “Cry Macho: O Caminho para Redenção”

Sem dúvidas, Clint Eastwood é um dos grandes nomes de Hollywood. Ótimo ator e diretor, sempre é interessante ver sua diversidade na tela e habilidade de contar histórias. Seu novo filme, “Cry Macho: O Caminho Para Redenção” (Cry Macho), é mais um exemplo disso.

E o mais legal é que podemos ver o astro mais uma vez usando um chapéu de cowboy e montando cavalos, como nos clássicos “Os Imperdoáveis” e “Três Homens em Conflito”.  Tudo bem que “Cry Macho” não é um filme de Velho Oeste propriamente dito, mas poder acompanhar o ator dominando um cavalo, aos 91 anos de idade, traz um notável ar de nostalgia.

Na história, Mike (Clint Eastwood) é uma ex-estrela de rodeios que vive a vida de forma solitária no estado do Texas. No final da década de 1970, ele é incumbido pelo antigo patrão, o fazendeiro Howard Polk (Dwight Yoakam), de ir até o México buscar o filho dele, Rafa (Eduardo Minett).

No primeiro momento, a tarefa parece simples mas não é bem assim. Tudo porque as informações dizem que o garoto é abusado pela mãe (Fernanda Urrejola), uma moça que anda com gente barra pesada no país latino. Além disso, o protagonista terá que achar um jeito de se conectar com rapaz, que tem pinta de rebelde e participa de brigas de galo ilegais.

O interessante é que, conforme Mike e Rafa vão se conhecendo, a trama evolui pois, vamos percebendo semelhanças entre os dois, mesmo ambos tendo estilos de vida bem diferentes. É aí que o longa conquista, afinal de contas, os dois atores fazem seus trabalhos de forma bem feita, passando emoção e credibilidade em cada diálogo de seus respectivos personagens.

Para quem curte e acompanha os filmes de Clint Eastwood, como este que vos escreve, “Cry Macho: O Caminho Para Redenção” segue os padrões de obras clássicas do ator/diretor, como “Menina de Ouro”, “Invictus” e “Gran Torino”. É verdade que seu mais novo longa não traz nada de novo, mas é cativante com sua história intimista e emocionante.

Por Pedro Tritto – especial para A Toupeira

*Título assistido em Cabine de Imprensa promovida pela Warner Bros. Pictures.

Filed in: Cinema

You might like:

Espetáculo Teatral Circense “Chaves – Uma Aventura no Circo” chega a São Paulo Espetáculo Teatral Circense “Chaves – Uma Aventura no Circo” chega a São Paulo
Conheça cinco produções da HBO Max baseadas em livros para colecionar na Bienal do Livro 2022 Conheça cinco produções da HBO Max baseadas em livros para colecionar na Bienal do Livro 2022
Culturama lança “O Essencial do Zé Carioca: Celebrando os 80 Anos da sua Estreia” na Bienal Culturama lança “O Essencial do Zé Carioca: Celebrando os 80 Anos da sua Estreia” na Bienal
“Minions 2: A Origem de Gru” é a maior abertura de animação dos últimos dois anos “Minions 2: A Origem de Gru” é a maior abertura de animação dos últimos dois anos
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.