Crítica: “Interestelar”

Interestelar pôster críticaQuando se escuta falar em Christopher Nolan os espectadores já ficam ansiosos, com um histórico de filmes como a trilogia do icônico herói Batman e a aclamada ficção científica “A Origem”, ele tem agradado seus fãs e conquistado cada vez mais boa parte da crítica especializada.

“Interestelar” (Interstellar) é mais um ótimo trabalho para colocar na bagagem de Nolan, com uma jogada inteligente de usar as relações pessoais para trazer emoção ao enredo e uma excelente pesquisa sobre a teoria da relatividade, o diretor criou um roteiro de ficção cientifica bem explicada e muito interessante para quem assiste.

A história conta a trajetória do ex-engenheiro da NASA Cooper (Matthew McConaughey) que atualmente é um fazendeiro frustrado. Encontra então junto com sua filha Murph (Mackenzie Foy) um chamado, esses sinais vindo de algum lugar que levam o protagonista e o espectador a uma aventura no espaço.

No longa, Cooper literalmente corre contra o tempo, o que deixa o público em permanente estado de tensão ao sentir-se conectado com o protagonista. Os primeiros minutos são dedicados a mostrar as relações de Cooper com as pessoas ao seu redor, e são essas que ajudam a criar a tal afinidade entre espectador/personagem, e que deixam a trama intensa e dramática.

Anne Hathaway tem, mais uma vez, uma atuação perfeita. Ela interpreta a Doutora Brand, mulher bastante intensa, apaixonada pelo que faz, que acredita na sua intuição e no seu trabalho. Uma coadjuvante de peso para a história.

Matthew McConaughey mostra que está cada vez melhor. O ganhador do Oscar de Melhor Ator de 2014 tem uma nova – e muito bem aproveitada – oportunidade de mostrar que veio para marcar de vez seu nome em Hollywood.

Os fãs de ficção científica deverão se empolgar com as partes mais teóricas, que não deixam nada a desejar se comparadas aos grandes clássicos do gênero. Mas o longa também promete agradar o público que busca por entretenimento de qualidade, ao contar com um roteiro emocionante, que fala sobre a humanidade e seus sentimentos e coloca em cheque a individualidade exacerbada dos tempos atuais.

Imperdível.

por Tatiane Teixeira – especial para A Toupeira

Filed in: Cinema Tags: , , , , , , ,

You might like:

Assista ao novo trailer de “Tenet” Assista ao novo trailer de “Tenet”
Terror “A Freira” tem teaser-trailer divulgado Terror “A Freira” tem teaser-trailer divulgado
“Liga da Justiça”: Liderança nas bilheterias brasileiras e nova arte “Liga da Justiça”: Liderança nas bilheterias brasileiras e nova arte
“Bingo – O Rei das Manhãs” é o representante brasileiro no Prêmio Goya 2018 “Bingo – O Rei das Manhãs” é o representante brasileiro no Prêmio Goya 2018
© 2020 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.