Crítica: “Nick no Cinema – Especial Patrulha Canina”

Um dos grandes sucessos atuais no canal Nickelodeon, o adorável desenho “Patrulha Canina” acaba de ganhar as telonas com um especial composto por três episódios estrelados pelos filhotes fofinhos e o garoto Ryder, que juntos participam da chamada “Missão Patinha”.

Criada por Keith Chapman, a série canadense tem como ponto principal a amizade e o espírito de equipe que une os protagonistas. Além de mostrar de maneira simples e eficaz, a possibilidade de se lidar com aparências físicas e modos de pensar diversos. Entre os cãezinhos, há diversas raças – incluindo o sem raça definida, Rocky – cujas personalidades distintas contribuem para o sucesso do todo.

Os episódios escolhidos para o cinema – ‘A Busca pela Coroa’, ‘Assombração Real’ e o inédito ‘Os Filhotes Salvam o Trono Real’ – se passam em Latimburgo, quando os serviços do grupo são solicitados pela princesa e pelo conde do local.

É nesse cenário também que somos apresentados à nova “vilã” Sweety, a cachorrinha de estimação da princesa, que passa o tempo todo bolando / executando planos mirabolantes para alcançar seu aparentemente único objetivo de vida: tornar-se rainha.

É curioso perceber como todos os personagens conseguem ter seu momento de destaque. Apesar da liderança nata de Chase (o pequenino pastor alemão), fica nítida a intenção de fazer com que cada integrante tenha sua importância bem definida, dentro de suas particularidades próprias, auxiliados por seus equipamentos tecnológicos peculiares.

Com uma duração adequada para conseguir manter a atenção das crianças menores – 58 minutos – o especial é exibido em 2D (o que é uma decisão acertada, já que é assim que os que acompanham as aventuras na TV estão habituados a ver, sem necessidade de se inserir nenhum recurso diferente) e consegue conquistar logo de cara a simpatia do público.

Na sessão em que estava, inclusive, um garotinho chorou ao término da exibição, porque queria assistir a mais desenhos, o que significa que a opção da Nickelodeon em levar as aventuras caninas para os cinemas deve repetir o sucesso encontrado por “Peppa Pig”, outro desenho bastante querido da garotada, quando exibido nas telonas em 2016.

Quem, assim como eu, é tutor de cachorrinhos, ainda corre o muito saudável risco de sair da sala torcendo para que ao chegar em casa, seu(s) amigo(s) estejam devidamente equipados e prontos para encarar uma nova missão!

Fofura e sorrisos garantidos.

por Angela Debellis

Filed in: Cinema

You might like:

O mês mais assustador do ano traz Victor e Valentino, Mulher-Maravilha e muito mais no Cartoon Network O mês mais assustador do ano traz Victor e Valentino, Mulher-Maravilha e muito mais no Cartoon Network
Confira todas as novidades anunciadas no Tudum: Um evento mundial para fãs Confira todas as novidades anunciadas no Tudum: Um evento mundial para fãs
“Drag Me as a Queen Celebridades”: Cantora e atriz Lelê é a estrela do segundo episódio “Drag Me as a Queen Celebridades”: Cantora e atriz Lelê é a estrela do segundo episódio
“A Bela e a Fera Experience” une entretenimento e gastronomia em São Paulo “A Bela e a Fera Experience” une entretenimento e gastronomia em São Paulo
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.