Crítica: “O Lobisomem”

120210 Lobisomem PosterQuando um filme faz sucesso e atinge o patamar de “clássico”, é muito perigoso fazer qualquer coisa que possa manchar sua trajetória.

Imaginar algo novo na fascinante estória do homem que vira lobo em noites de lua cheia, me preocupou até o momento em que os créditos iniciais de “O Lobisomem” (The Wolfman) encheram a tela com sua cor rubra em alto contraste com o cenário sisudo que mostra uma belíssima Inglaterra Vitoriana.

Ao fazer uso da silueta da criatura e mostrar apenas parte da destruição causada por ela, o diretor Joe Johnston (Jurassic Park III) impressiona o público de maneira surpreendente para os padrões de “sustos” atuais.

Se o que funcionava em 1941 (data do filme original) já não espanta hoje em dia, certas coisas continuam tão primitivas e agressivas, que ainda são difíceis de se digerir – como a facilidade com que o personagem decapita suas vítimas ou destrói suas entranhas.

Esqueça a “barriga tanquinho” dos lobisomens modernos. Lawrence Talbot (Benicio del Toro, perfeito para o papel) aparece em trajes de cavalheiro da época, o que contrasta de maneira brutal com os ágeis movimentos que o fazem correr como um lobo sem perder o porte nobre que lhe é peculiar em sua forma humana.

Os efeitos especiais são eficientes e a dolorida transformação torna-se crível aos olhos dos espectadores.

Destaque para a participação de Anthony Hopkins, que faz de Sir John Talbot, uma figura decadente, cuja insanidade salta aos olhos. Já Emily Blunt, transforma a “mocinha” da trama, Gwen Conliffe, em alguém forte o suficiente para tomar decisões irrevogáveis.

Danny Elfman, mais uma vez é responsável por uma trilha sonora impecável, que cria a aura de suspense necessária a esse tipo de produção.

Felizmente, não há surpresas ou novas invenções para solucionar velhos dilemas. O lobisomem ainda é a mesma assustadora e mortal criatura que faz sucesso há tantas décadas.

Imperdível.

por Angela Debellis

[nggallery id=20]

Filed in: Cinema

You might like:

Com Thati Lopes e Victor Lamoglia, “Como Hacker Seu Chefe” chega à Netflix Com Thati Lopes e Victor Lamoglia, “Como Hacker Seu Chefe” chega à Netflix
Tordesilhas lança nova edição da graphic novel “Castelo de Areia”, de Pierre Oscar Lévy e Frederik Peeters Tordesilhas lança nova edição da graphic novel “Castelo de Areia”, de Pierre Oscar Lévy e Frederik Peeters
Dia do Vira-Lata: livro infantil mostra menina com seu cãozinho em uma aventura na Fazenda Dia do Vira-Lata: livro infantil mostra menina com seu cãozinho em uma aventura na Fazenda
“My Little Ponny: Nova Geração”: Elenco da animação celebra o Dia Internacional da Amizade “My Little Ponny: Nova Geração”: Elenco da animação celebra o Dia Internacional da Amizade
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.