Crítica: “O Vigia”

“O Vigia” (The Watchman / Storozh /Сторож) é um drama de suspense russo do cineasta e roteirista Yuriy Bykov, que também interpreta o personagem título do filme.

Na história acompanhamos Vlad, um vigia que vive e trabalha em um sanatório fechado, e que deve tomar conta, sozinho, da imensa propriedade. A sua rotina organizada e pacata é alterada pela chegada de um Stas (Vladislav Abashun) e Vera (Alla Yuganova), um casal misterioso que pede para se hospedar no local por alguns dias. Percebe-se então que, tanto o casal quanto o vigia, guardam segredos e estão fugindo dos erros do passado.

Falar mais alguns dos mistérios do suspense dramático. Se você ficou interessado, recomendo que não procure muitas informações, pois mesmo algumas sinopses mais simples podem revelar fatos importantes que poderiam comprometer a experiência de assistir. Esse é um clássico caso de “quanto menos souber, melhor”.

A trama se apresenta de maneira interessante, com um ritmo mais calmo e contemplativo e ao mesmo tempo não demora para apresentar os conflitos e suspense, surpreendendo logo nos primeiros minutos e levantando uma série de questões.

Embora conte com uma narrativa que não se apressa em explicar seus mistérios, o filme não é moroso, e apresenta sempre uma surpresa. O espectador atento perceberá que mesmo as cenas mais lentas e desprovidas de fala têm muito a dizer. Apesar de a produção flertar com suspense policial ou títulos de gângsteres, não espere muita ação ou reviravoltas mirabolantes.

As ações e consequências têm um papel importante enquanto acompanhamos três pessoas que tentam, com pouco sucesso, lidar com os erros que as perseguem. As atuações dos protagonistas são muito boas, mostrando-se precisas mesmo quando os personagens estão em silêncio.

O cenário do grande sanatório abandonado e isolado poderia ser assustador e aterrorizante, mas graças à fotografia e à montagem, ganha um ar melancólico e misterioso que combina perfeitamente com as figuras da trama. A obra e usa com sucesso as árvores e a neve ao redor da propriedade, provocando uma sensação de beleza e desolação ao mesmo tempo.

Intrigante e bem construído, “O Vigia” é uma bela surpresa do cinema russo que está disponível no NOW, Looke, Vivo Play, Google Play, Microsoft e Apple TV.

por Isabella Mendes – especial para A Toupeira

*Título assistido via streaming, a convite da A2 Filmes.

Filed in: BD, DVD, Digital

You might like:

Galápagos lança jogo “X-Men Insurreição Mutante” Galápagos lança jogo “X-Men Insurreição Mutante”
‘Looney Tunes Cartoons’: nova série original chega à HBO Max e ao Cartoon Network ‘Looney Tunes Cartoons’: nova série original chega à HBO Max e ao Cartoon Network
Disney+ dá sinal verde para Série Musical de “A Bela e a Fera” Disney+ dá sinal verde para Série Musical de “A Bela e a Fera”
Assista aos novos vídeos de “G.I. Joe Origens: Snake Eyes” Assista aos novos vídeos de “G.I. Joe Origens: Snake Eyes”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.