Crítica: “Ultraman R/B: O Filme”

“Ultraman R/B: O Filme” é a trigésima série da franquia Ultraman. Diferente das demais, conta com dois Ultramen logo do começo, Ultraman Rosso e Ultraman Blu, nos quais os irmãos Katsumi (Hirata Yuya) e Isami Minato (Koike Ryōsuke) se transformam para combater os monstros que ameaçam a Terra. Eles devem enfrentar Tregear, um vilão que concede desejos, apenas para ver o caos resultante quando estes começam a ir ladeira abaixo. Para piorar, Isami foi convidado para estudar nos Estados Unidos, o que deixa Katsumi confuso, pois ele mesmo não sabe que rumo tomar na vida.

A coisa mais bem feita são as coreografias das lutas entre os Ultramen e os monstros. A maioria está bem bolada, e seguindo a moda das séries Ultra modernas, são mais movimentadas, cheias de efeitos especiais. Notavelmente, uma das cenas mais legais é a batalha entre Ultraman Groob – uma fusão entre Rosso, Blu e Ultrawoman Grigio – e Tregear, feita em CGI, pois ultrapassa os limites do que tradicionalmente um gigante Ultra pode fazer, e mostra todo o poder de Groob. E mesmo que os gráficos não sejam maravilhosos, é uma sequência divertida e bem bolada.

Um grande problema de filmes ligados à séries de TV, é que como não precisam apresentar os personagens acabam tentando preencher esse tempo de desenvolvimento dos personagens com trama, mas acabam por colocar em excesso, e fica fácil se perder, mesmo conhecendo a série. No entanto, “Ultraman R/B: O Filme”, que está disponível no Cinema Virtual, tem seu próprio passo e não tenta enfiar o máximo de informações possíveis goela abaixo, ao contrário, fazendo uma história mais simples. E por mais que apresentem novos personagens, eles dão tempo para eles se desenvolverem.

A atuação, por ser ligado à uma série de TV, não é muito cinematográfica, e o vilão secundário Toi, além de ser pobre a execução do personagem, o texto também soa exagerado. A dublagem está decente, dando para entender a trama, mas vinda de um país que dubla tokusatsu desde 1960, deveria estar bem melhor, ainda mais nas escolhas das vozes: dois personagens completamente diferentes, cuja a intenção do filme não é nem tentar criar suspeita sobre serem o mesmo, tem vozes extremamente parecidas.

No entanto, “Ultraman R/B: O Filme” é tudo o que um fã de tokusatsu, em particular de Ultraman, poderia querer: lutas em abundância; e bem coreografadas; dois protagonistas, na falta de um, corajosos e de bom coração; e um vilão maníaco. E vai divertir quem curte o gênero e a franquia Ultraman.

por Ícaro Marques – especial para A Toupeira

*Título assistido via streaming, a convite da Elite Filmes.

Filed in: BD, DVD, Digital

You might like:

Transformers se juntam às batalhas de World of Warships Transformers se juntam às batalhas de World of Warships
Personagens do Castelo Rá-Tim-Bum mostram que pode ser divertido arrumar a casa Personagens do Castelo Rá-Tim-Bum mostram que pode ser divertido arrumar a casa
Looke oferece Promoção de Amigo e da saga Harry Potter Looke oferece Promoção de Amigo e da saga Harry Potter
Chega às livrarias o último volume da série “A Livraria dos Corações Solitários” Chega às livrarias o último volume da série “A Livraria dos Corações Solitários”
© 2020 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.