Direto da Toca: Assistimos ao espetáculo “Chaves – Um Tributo Musical” no Teatro Opus

A maior criação de Roberto Bolaños, é, sem dúvidas, o tão querido e aclamado “Chaves”, um garoto órfão, pobre, que “mora” em um barril e está sempre com fome. Ah! E vale lembrar que esse garoto é interpretado por um adulto (o próprio Bolaños). Talvez com essa breve descrição alguém que nunca tenha assistido ou ouvido falar do seriado mexicano pense que é mais um drama, mas não se engane!

Com o intuito de continuar homenageando o criador dessa turma que há mais de 35 anos faz sucesso no Brasil, a peça “Chaves – Um Tributo Musical” voltou a entrar em cartaz no Teatro Opus, localizado na capital paulista. O espetáculo recria a Vila do Chaves, com uma narrativa inédita – inspirada em alguns episódios da TV – criada por Fernanda Maia, responsável texto, direção musical e canções originais. A direção geral é feita por Zé Henrique de Paula.

A trama tem início com a tentativa de Bolaños (interpretado por Fabiano Augusto) em entrar no céu dos palhaços, só que para isso ele tem que provar que foi um palhaço enquanto esteve na terra, e é a partir deste ponto em que é recriada a vila mais famosa da televisão.

Os personagens estão com características e figurinos incríveis e beiram a perfeição. Os intérpretes de Quico (Diego Velloso), Chiquinha (Carol Costa) e Chaves (Mateus Ribeiro) são os destaques: todos os trejeitos são muito parecidos com os originais, tornando assim a experiência ainda mais nostálgica.

E como é um musical, não pode faltar canções famosas como “Se você é jovem ainda”, um trecho de “Que bonita sua roupa”, o Seu Madruga cantando “Seus olhinhos de noite serena” e o casal Dona Florinda e Professor Girafales paquerando ao som de “Somos Cafonas”, além de outras canções originais que dão ainda mais vida e movimento às encenações. O espetáculo também faz uma bela homenagem ao amor que Bolaños sentia por Florinda Mesa.

Com um humor leve e simples, assim como em qualquer episódio de “Chaves”, a peça leva o público a gargalhadas e em alguns momentos há muita emoção.

Vale dizer que no hall de entrada do teatro foram montados alguns cenários nos quais é possível tirar fotos com personagens famosos de Roberto, como Dr. Chapatin, Chapolin e Chaves.

por Carla Mendes – especial para A Toupeira

Serviço:

Chaves – Um Tributo Musical

De 10 de janeiro a 09 de fevereiro de 2020. Sexta-feira às 16h e 20h; Sábado às 16h e 20h; Domingo às 16h

Duração: 120 minutos (com 15 minutos de intervalo)

Teatro Opus – 4º Piso do Shopping Villa-Lobos

Avenida das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros. São Paulo / SP

Ingressos (valores inteiros): Sábado e Domingo: Plateia Premium – R$ 140,00 / Plateia Baixa Lateral – R$ 120,00 / 1ª Plateia Alta – R$ 100,00 / 2ª Plateia Alta – R$ 75,00 / Balcão Nobre – R$ 75,00; Sexta-feira e Domingo: Plateia Premium – R$ 120,00 / Plateia Baixa Lateral – R$ 100,00 / 1ª Plateia Alta – R$ 80,00 / 2ª Plateia Alta – R$ 75,00 / Balcão Nobre – R$ 75,00. Obs.: Confira legislação vigente para meia-entrada

Canais de Vendas Oficiais: www.uhuu.com; Atendimento: falecom@uhuu.com; Bilheteria Teatro Opus (De terça a domingo, das 12h às 20h)

Classificação: Livre

www.teatroopus.com.br

Filed in: Direto da Toca, Teatro

You might like:

TV Brasil estreia épica série “Os Mosqueteiros” TV Brasil estreia épica série “Os Mosqueteiros”
Projota comanda a “Festa em Casa” no Multishow Projota comanda a “Festa em Casa” no Multishow
Seara e Ofner lançam coxinha com recheio 100% vegetal Seara e Ofner lançam coxinha com recheio 100% vegetal
‘Amor em Jogo’, comédia romântica estrelada por Gal Gadot, estreia no streaming ‘Amor em Jogo’, comédia romântica estrelada por Gal Gadot, estreia no streaming
© 2020 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.