Direto da Toca: Fomos ao Escape Club conhecer a sala “Mago Merlin e a Árvore da Vida”

Como grandes fãs de tudo que envolva magia e /ou faça alusão à era medieval, quando soubemos o tema da próxima sala a ser lançada pelo Escape Club, imediatamente deixamos nossos chapéus e varinhas a postos, esperando pela inauguração do jogo de fuga “Mago Merlin e a Árvore da Vida”.

É com alegria que falo que nossas expectativas foram atendidas e a sala é mais um grande acerto do estabelecimento, que continua primando pela excelência na qualidade, sejam nos pequeninos detalhes em cada canto dos ambientes ou quanto ao atendimento sempre primoroso de seus funcionários. Agradecimentos especiais ao Sérgio que nos concedeu a visita.

Mais uma vez contamos com a sempre bem-vinda monitoria de Leonardo, com quem pudemos conversar ao término do jogo, a fim de saber um pouco mais sobre a proposta da sala e como os desafios foram cuidadosamente pensados para tornar a experiência imersiva e atraente.

A trama coloca os jogadores na posição de salvadores do universo (Simples? Não muito. Divertido? Com certeza!), com apenas 90 minutos disponíveis para impedir que a Árvore da Vida perca suas forças – o que levaria todos os seres à morte certa.

Os cenários, como nas outras salas do Escape Club que já conhecemos (Alice no País das Maravilhas e Sherlock Holmes – Investigação Misteriosa) são repletos de elementos criativos e que levam à resolução dos enigmas. A linearidade do jogo faz com que haja um trabalho lógico em grupo, o que contribui para que os participantes percebam a importância de se ouvir o que o outro tem a dizer – no nosso caso, um de nossos componentes costuma ter “insights” que, se não levam à resposta, nos ajudam a chegar a ela com mais rapidez.

As dicas são passadas pelo monitor – quando solicitadas ou se ele perceber que há necessidade para dar fluidez ao jogo, caso o grupo tenha mais dificuldade do que o esperado em alguma parte. Mas o mais interessante é a narração do próprio Mago, em áudios claros e de fácil compreensão – tanto pela altura do som, quanto pela excelente dicção do locutor, o que é sempre um diferencial, pois já estivemos em salas cujo áudio tornou-se mais um empecilho do que um auxiliar.

Dessa vez, nossa esquipe Escapers Divertidos contou com a participação de sete jogadores – a sala comporta até dez pessoas por partida – e este me pareceu um número adequado. Mesmo os ambientes sendo amplos e possibilitando uma boa movimentação de todos, um número maior de participantes costuma causar ruídos excessivos que podem custar segundos preciosos ao grupo.

Vale dizer que a sala fica no piso térreo do local, o que facilita para quem tem problemas de mobilidade. Assim como é importante salientar que em todos os ambientes internos do jogo há pouca iluminação, graças à proposta do tema. Não é nada que prejudique o andamento da partida – já que não há desafios que exijam leitura – mas é importante manter-se atento para evitar qualquer tropeção, inclusive porque há uma parte bem rasteira do cenário.

Como é padrão, nenhuma prova exige esforço físico, embora um objeto de cena faça parecer isso, mas é bom contar com pelo menos um integrante que seja mais ágil em seus movimentos para realização de uma tarefa – que por sinal, está entre as minhas preferidas.

Nós provamos ser feiticeiros eficientes (e divertidos, é claro!) e salvamos o universo em 62 minutos. Fizemos, até aqui, o terceiro melhor tempo da sala.

As reservas para a sala “Mago Merlin e a Árvore da Vida” podem ser feitas através do site www.escapeclub.com.br.

por Angela Debellis

Siga-nos no Instagram: Site A Toupeira / Escapers Divertidos.

Filed in: Direto da Toca, Saia da Toca

You might like:

“Toy Story 4”: confira trailer inédito e nova imagem “Toy Story 4”: confira trailer inédito e nova imagem
Confira primeiro pôster e trailer legendado de “Detetive Pikachu” Confira primeiro pôster e trailer legendado de “Detetive Pikachu”
Para conhecer o legado de Stan Lee Para conhecer o legado de Stan Lee
Bilheteria brasileira de “Bohemian Rhapsody” já conta com mais de um milhão de espectadores Bilheteria brasileira de “Bohemian Rhapsody” já conta com mais de um milhão de espectadores
© 2018 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.