Direto da Toca: Saiba o que esperar de “Quatro Vidas de um Cachorro”

Eu me lembro de quando comprei o livro “Quatro Vidas de um Cachorro”, assim como da decisão em mantê-lo fechado em minha estante, até o dia em que me sentisse pronta para apreciá-lo. Depois de adquirir tantas edições cujas histórias têm animais como protagonistas e ter ficado realmente abalada com a leitura de “Marley & Eu” e “De Bagdá, com muito amor”, achei que deveria esperar antes de me dedicar à obra escrita por W. Bruce Cameron.

Mas, com a notícia de que seria feita sua adaptação cinematográfica, também me veio a “coragem” para acompanhar a saga do adorável cãozinho que procura por seu propósito na vida (coisa que, aliás, deveria ser feita por muitos que se dizem humanos).

E assim, li o livro, vi o trailer, aguardei ansiosamente pela exibição nos cinemas, até que, a dias da estreia, algo absolutamente inesperado aconteceu: uma denúncia que demorou inaceitáveis / inexplicáveis 15 meses para ser feita, baseada em um curto vídeo amador, que supostamente mostra um flagrante de maus-tratos a um dos animais envolvidos nas gravações do filme (um pastor alemão chamado Hércules).

Fiquei perdida, o que eu deveria fazer? Aplaudir a onda de ódio / indignação que de maneira implacável invadiu as redes sociais, com as mais diversas (justas ou não) manifestações e desistir de ver o maravilhoso laço de amor que une o cãozinho Bailey a seu primeiro tutor, Ethan? Ou tentar buscar informações reais sobre as tais “áreas de cinza” que a maioria faz questão de ignorar quando decide tornar sua própria verdade absoluta?

Optei pela segunda alternativa e, depois de um comunicado oficial da Universal Pictures e a Amblin Entertainment, que afirmava que o cachorro visto no vídeo encontra-se feliz e saudável – assisti à produção, talvez ainda buscando perceber se havia alguma coisa que ainda pudesse dar razão aos que tanto pregam o boicote ao filme. Não foi isso que vi na tela, mas sim a mesma linda e tocante história centrada no amor mais sincero do mundo – o dos animais – que tanto me comoveu quando a conheci pelas páginas do livro no qual a adaptação se baseia.

Nenhum dos vários animais em cena parece infeliz / assustado / acuado, nem de longe lembra os incontáveis cães e gatos (em sua maioria) que fazem parte de uma estatística real cruel e assustadora. Nenhum demonstra carregar as tristes marcas do abandono, da fome, da maldade humana que transforma criaturas inocentes em seres desconfiados e cujos corações são irremediavelmente quebrados, por mais que se tente consertá-los.

E ao término da exibição, a famosa frase que afirma que nenhum animal foi ferido em cena, trouxe de volta – ainda que em partes – a paz que o tal vídeo, os comentários e o proposto / assustador boicote tinham conseguido arrancar do meu coração. Porque como mãe de seis cachorros cujas vidas foram marcadas por inícios dolorosos e injustificáveis, para não enlouquecer diante da crueldade enraizada na espécie humana, eu aprendi a aceitar a ideia de que ainda há – poucas, é verdade – pessoas preocupadas com o bem–estar de nossos amigos animais.

Se realmente for comprovado que houve maus tratos ao cachorro Hércules, que se punam os culpados de forma imediata e exemplar. Se o que houve foi uma equivocada interpretação, que o autor do vídeo não se furte em pedir desculpas pela dor de cabeça causada em milhares de pessoas ao redor do mundo (aquelas que realmente sentem pelo suposto mal-estar do animal, não as que querem apenas ver o circo pegar fogo enquanto estão confortavelmente sentadas em frente ao computador).

Nossa Crítica Completa você confere na data de estreia, 26 de janeiro.

por Angela Debellis

Filed in: Direto da Toca

You might like:

HBO promove maratona de ‘Game of Thrones’ HBO promove maratona de ‘Game of Thrones’
“O velório da Dona Baratinha”: Livro infantil aborda o tema morte de forma sensível “O velório da Dona Baratinha”: Livro infantil aborda o tema morte de forma sensível
Starz encomenda temporada de ‘Shining Vale’, comédia de horror estrelada por Courteney Cox, Greg Kinnear e Mira Sorvino Starz encomenda temporada de ‘Shining Vale’, comédia de horror estrelada por Courteney Cox, Greg Kinnear e Mira Sorvino
3 razões para não perder ‘The Nevers’, a nova série da HBO repleta de aventura e magia 3 razões para não perder ‘The Nevers’, a nova série da HBO repleta de aventura e magia
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.