Festa das Cerejeiras agita final de semana no Parque do Carmo

Muitos não sabem, mas Sakura é muito mais do que uma marca japonesa de produtos alimentícios.  Na verdade, é a árvore símbolo do Japão. Sua floração é comemorada como a chegada da primavera (Haru) e o fim do inverno (Fuyu).

Da árvore da cerejeira, as flores de Sakura surgem e provocam o tradicional “Hanami” (observação das flores), que faz com que grupos se formam embaixo das árvores e acompanham de perto o nascimento das pétalas rosadas que, ao caírem, é como se renovassem o corpo e alma.

Além de funcionar com uma espécie de calendário meteorológico, também é símbolo da felicidade na terra do Sol Nascente. Nas comemorações matrimoniais, por exemplo, é comum que os noivos bebam um chá com pétalas de Sakura – o sakaruayu – que proporcionará a felicidade no casamento.

A 30ª Festa das Cerejeiras do Parque do Carmo comemora justamente a florada do Jardim das Cerejeiras no Parque, saudando as árvores com shows e apresentação de danças típicas.

Neste dia, a comunidade oferece ao público oportunidade de conferir danças folclóricas japonesas, como Taikô e Taissô. Na culinária, não faltarão os pratos típicos como Udon, Yakissoba, Tempura, Dorayaki-Mandyu, além de outras iguarias brasileiras, como pastel e churrasco.

mini_cerejeiras

O parque do Carmo, localizado na região leste de São Paulo, abriga um bosque com cerca de 1200 pés de cerejeira, chamada Sakura pelos japoneses. Entre diversas variedades, predominam  Okinawa , Himalaia, Oshima e Yukiwari. No bosque também é possível apreciar outras árvores, como ipês branco e roxo, pinheiros japoneses, azaléias e a quase extinta  Meta Sekoia  espécie do Japão que foi considerada extinta no mundo e reapareceu na China, sendo então espalhada por diversas partes do mundo. São Paulo, através do Parque do Carmo, guarda com carinho exemplares deste belo espécime.

No ano de 1974 iniciava-se, no Parque do Carmo, o plantio de mudas de cerejeiras da espécie Sakura, trazidas de Campos do Jordão. Foi um grande desafio fazer vingar as cerejeiras nas condições climáticas da região. A associação de entidades nipo-brasileiras, a maioria delas localizada na Zona Leste de São Paulo e em outros municípios vizinhos, conseguiu cuidar do jardim do Parque. Três anos depois do plantio inicial aconteceu a 1ª Festa da Cerejeira em Flor. Com o passar do tempo, o Jardim das Cerejeiras recebeu outras qualidades de cerejeira.

A cada ano novas técnicas de cultivo são desenvolvidas, e o Jardim torna-se cada vez mais florido. A floração se processa em épocas de noites longas, mas o clima e a temperatura do inverno brasileiro fazem com que haja variação no período de florada e em sua qualidade. Todos os anos as cerejeiras floridas são motivo de grande festa.

Fonte: Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.

Serviço:

30ª Sakura Matsuri

03 de agosto, das 9h às 16h

Parque do Carmo

Entrada Franca

Obs: Um ônibus sairá do terminal Corinthians Itaquera até o Parque do Carmo

da Redação A Toupeira

Filed in: Saia da Toca

You might like:

Atendendo aos pedidos de fãs, canal Viva estreia ‘Malhação 1996’ e ‘Malhação 2009’ Atendendo aos pedidos de fãs, canal Viva estreia ‘Malhação 1996’ e ‘Malhação 2009’
Confira lista com cinco momentos do final da 1ª temporada de “9-1-1 Lone Star” Confira lista com cinco momentos do final da 1ª temporada de “9-1-1 Lone Star”
Os bastidores da Revolução Cubana chegam ao streaming, em documentário inédito Os bastidores da Revolução Cubana chegam ao streaming, em documentário inédito
Pluto TV exibe especial Oscar com filmes inéditos na plataforma Pluto TV exibe especial Oscar com filmes inéditos na plataforma
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.