Obra completa de Anne Frank e uma versão em quadrinhos do diário chegam em 2017

Carta Anne FrankA Record vai publicar em 2017 o livro “Complete works”, de Anne Frank, com todas as versões do diário escrito pela menina. Inédito no Brasil, o título reúne tanto os textos originais e incompletos de Anne quanto a versão final do diário editada por seu pai, Otto Frank, e por Mirjam Pressler.

Será traduzido diretamente do holandês pelo tradutor Cristiano Zwiesele do Amaral, numa parceria com a Fundação Letterenfonds, instituição oficial de difusão da literatura holandesa. A obra inclui ainda pequenas histórias e cartas escritas por Anne Frank, quatro textos complementares de historiadores e da escritora Mirjam Pressler, tabelas de cronologia, documentos e fotos, entre outros extras.

“A obra completa de Anne Frank vai trazer para os brasileiros algo inédito: a tradução, feita diretamente do holandês, das duas primeiras versões do diário — a que escreveu originalmente, e a que ela mesma editou depois de ouvir a notícia pelo rádio de que relatos pessoais seriam publicados em livro após o fim da guerra. Além disso, trará a versão do diário que a Record já publica, só que agora traduzido do holandês”, detalha a editora executiva da Record, Renata Pettengil.

“Todos os “contos do esconderijo” estão incluídos nesta obra, que também conta com textos críticos, imagens de documentos oficiais, cartas e fotos até hoje desconhecidos do público brasileiro. Será uma edição para quem quer ter toda a história de Anne Frank em um só volume, para colecionadores, estudiosos e leitores ávidos por saber mais sobre essa menina tão especial e que inspira tanta gente”, conclui Renata.

Ainda em 2017, chega às livrarias também pela Record “O diário de Anne Frank em quadrinhos”. Produzido em parceria com a Fundação Anne Frank, o livro será lançado simultaneamente em vários países e terá ilustrações do prestigiado David Polonsky, um dos autores da graphic novel “Valsa com Bashir” – e diretor de arte de sua versão cinematográfica.

Anne Frank escreveu duas versões originais do seu diário, que se revelaram incompletas após o fim da guerra. Seu pai, Otto Frank, foi o responsável por editar o material, transformando estes manuscritos soltos na versão completa e conhecida do diário. Por isso, Otto passou a ser o detentor dos direitos autorais da obra, que segue protegida até 2051. A Record é a editora de “O diário de Anne Frank” no Brasil, escolhida pelo próprio Otto Frank em 1976.

*A imagem que ilustra o texto é inédita e estará no “Complete works”. Trata-se de uma carta escrita por Anne Frank para a avó em 1936.

da Redação A Toupeira

Filed in: Livros, Quadrinhos Tags: , ,

You might like:

Em novo livro, Richelle Mead narra jornada de aventura com inspirações orientais Em novo livro, Richelle Mead narra jornada de aventura com inspirações orientais
“Os Dez Mandamentos- O Filme” tem a maior bilheteria nacional de todos os tempos “Os Dez Mandamentos- O Filme” tem a maior bilheteria nacional de todos os tempos
Conheça o compositor da trilha sonora da novela “Os Dez Mandamentos” Conheça o compositor da trilha sonora da novela “Os Dez Mandamentos”
Comentarista do Wall Street Journal explica crises financeiras no livro “Economia no mundo real” Comentarista do Wall Street Journal explica crises financeiras no livro “Economia no mundo real”
© 3925 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.