Teatro Documentário apresenta as peças “O Tempo e o Cão” e “Cômodo Sala do Corredor Maria José”

A Companhia Teatro Documentário traz novidades para a capital paulista. As 40 apresentações gratuitas foram propostas no projeto contemplado com a 31° Edição da Lei Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. Dez sessões de Cômodo Sala do Corredor Maria José aconteceram no início de 2019, entre janeiro e fevereiro, agora uma segunda temporada com mais dez apresentações, iniciou no meio de março e vai até a primeira quinzena abril e acontecem na sede da Cia, no Bexiga.

A encenação criada a partir da Oficina “Tempo e Cidade” ministrada por integrantes da Cia que tinha como objetivo investigar a casa com espaço cênico e memórias geradas na relação do tempo com a cidade.  Casa, cidade, memória, acolhimento e o não acolhimento são os temas da peça teatral, cenas e desdobramentos foram elaborados como: a casa é o corpo da cidade? Como sentir a cidade dentro de casa?

O espectador integra a peça suas memórias afetivas, percepções, pertencimento e o inconsciente coletivo como temas para tragédias sociais e até mesmo parte da construção das lembranças da cidade.

Ensaio Aberto – O Tempo e o Cão – Canteiro Aberto (work in progress): O Tempo e o Cão: Canteiro Aberto é uma ação, que em si se constitui num ato artístico, na qual são apresentados à plateia os rascunhos das cenas da encenação da peça. Durante a apresentação, os espectadores são convidados a problematizarem e a interferirem nas cenas.

Parte dessa construção se dá virtualmente por meio de uma conta no Instagram @canteiroabertotempocao – criado para a peça, em que se registra a memória digital do trabalho e também, pelos dados colhidos entre os espectadores que vão aos ensaios abertos, através de algumas perguntas e provocações feitas pelos mediadores ao final da encenação.

“Durante este processo, a ideia é a cada ensaio apresente e reapresente uma mesma cena, partindo de mudanças e sugestões dadas pelo público, com isso, a encenação final será sempre uma memória viva”, afirma o diretor da peça Marcelo Soler.

O Tempo e o Cão – Uma Encenação em Processo: a encenação relaciona quatro relatos sobre animais com a vida na cidade, histórias documentais que explicitam essa relação. Os pardais que tinham como morada uma seringueira localizada em frente a uma padaria na zona leste; o cavalo resgatado de um circo que vivia numa espécie de haras na zona sul; o leão de uma trupe de circo da zona norte e o cachorro que morava na via expressa da zona oeste.

A história é inspirada em um trecho do livro da psicanalista Maria Rita Kehl, O Tempo e o Cão – A atualidade das depressões, ela atropelou um cachorro e isso a levou a escrever o livro e relatar como o tempo atropela a vida.

O figurino, cenas e iluminação estão sendo construídos ao longo da temporada, a delicadeza do inacabado daquilo que o tempo não deu conta, é a ideia poética que permeia cada apresentação, o espectador pode colaborar como cocriador e ver sua intervenção encenada. “Quem for ao início da temporada verá algo completamente diferente nas encenações finais, todos os dias são uma estreia para nós”, conclui o diretor Marcelo Soler.

Serviços:

Cômodo Sala do Corredor Maria José

Sábados: 16, 23 e 30 de Março; Domingos: 07 e 14 de Abril. Sessões às 17h e 20h

Casa do Teatro Documentário

Rua Maria José 140, Bela Vista – São Paulo/SP

Classificação Indicativa: Livre

Duração: 1h15

Lotação máxima: 20 pessoas

Reservas devem ser feitas através do telefone: 11 99485-7504 (WhatsApp)

Entrada Franca

Ensaio Aberto – O Tempo e o Cão: Canteiro Aberto

Terças-feiras: 19/03, 26/03, 02/04, 07/05 às 17h30. Sextas-feiras: 22/03, 29/03 às 18h. Sábados: 23/03, 30/03 às 18h

Vila Itororó Canteiro Aberto – R. Pedroso, 238 – Bela Vista. São Paulo / SP

Classificação indicativa: Livre

Duração: 1h

Lotação máxima: 40 pessoas

Reservas devem ser feitas através do telefone: 11 99110-3478 (WhatsApp)

Entrada Franca

O Tempo e o Cão – Uma Encenação em Processo

Sextas-feiras e Sábados, dias 05/04, 06/04, 12/04, 13/04, 19/04, 20/04, 26/04, 27/04, 03/05, 04/ 05, 10/05 e 11/05 às 18h

Vila Itororó Canteiro Aberto – R. Pedroso, 238 – Bela Vista. São Paulo / SP

Classificação indicativa: Livre

Duração: 1h20

Lotação máxima: 40 pessoas

Ingressos liberados uma hora antes de cada apresentação

Entrada Franca

Facebook: https://www.facebook.com/ciateatrodoc

Site: http://ciateatrodocumentario.com.br

YouTube: https://www.youtube.com/user/teatrodocumentariosp

Blog: http://teatro-documentario.blogspot.com/

da Redação A Toupeira

Filed in: Teatro

You might like:

Editora Skull lança “Até que a Morte nos ampare” Editora Skull lança “Até que a Morte nos ampare”
Museu da Imagem e do Som promove maratona de filmes de terror Museu da Imagem e do Som promove maratona de filmes de terror
Robert Downey Jr. é destaque em vídeo de teste de elenco de “Dolittle” Robert Downey Jr. é destaque em vídeo de teste de elenco de “Dolittle”
Elton John está em êxtase com ‘Rocketman’ no Globo de Ouro Elton John está em êxtase com ‘Rocketman’ no Globo de Ouro
© 2019 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.