Confira os vencedores do Globo de Ouro 2024

Crédito: Reprodução

Aconteceu na noite de ontem, 07 de janeiro, a 81ª edição do Globo de Ouro. Nas categorias de Televisão, o nome da noite foi “Sucession”. A série da HBO, que teve sua quarta e última temporada exibida em 2023, saiu vencedora em quatro categorias.

Já entre os premiados de cinema, “Oppenheimer” – um dos maiores êxitos das telonas no ano passado – foi o maior contemplado, com cinco prêmios.

Filme de maior arrecadação em 2023, “Barbie” levou duas estatuetas: Melhor Canção e Conquista Cinematográfica e de Bilheteria – categoria inédita, que rendeu um belo discurso de agradecimento de Greta Gerwig e Margot Robbie.

Confira abaixo, a lista completa de vencedores:

TELEVISÃO

Melhor Série de Drama: Succession

Melhor Ator em Série de Drama: Kieran Culkin (Succession)

Melhor Atriz em Série de Drama: Sarah Snook (Succession)

Melhor Série de Comédia ou Musical: O Urso

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical: Jeremy Allen White (O Urso)

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical: Ayo Edebiri (O Urso)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia, Musical ou Drama: Matthew Macfadyen (Succession)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia, Musical ou Drama: Elizabeth Debicki (The Crown)

Melhor Minissérie, Antologia ou Filme para TV: Treta

Melhor Ator em Minissérie, Antologia ou Filme para TV: Steven Yeun (Treta)

Melhor Atriz em Minissérie, Antologia ou Filme para TV: Ali Wong (Treta)

Melhor Performance de Comédia Stand-UP:  Ricky Gervais: Armageddon

CINEMA

Melhor Filme de Drama: Oppenheimer

Melhor Ator em Filme de Drama: Cillian Murphy (Oppenheimer)

Melhor Atriz em Filme de Drama: Lily Gladstone (Assassinos da Lua das Flores)

Melhor Filme de Comédia ou Musical: Pobres Criaturas

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical: Paul Giamatti (Os Rejeitados)

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical: Emma Stone (Pobres Criaturas)

Melhor Ator Coadjuvante em Filme: Robert Downey Jr (Oppenheimer)

Melhor Atriz Coadjuvante em Filme: Da’vine Joy Randolph (Os Rejeitados)

Melhor Direção (Filme): Christopher Nolan (Oppenheimer)

Melhor Animação em Longa-Metragem: O Menino e a Garça

Melhor Filme em Língua Não-Inglesa: Anatomia de uma Queda (França)

Melhor Roteiro (Filme): Justine Triet & Arthur Harari (Anatomia de uma Queda)

Melhor Trilha Sonora Original (Filme): Ludwig Göransson (Oppenheimer)

Melhor Canção Original (Filme): “What Was I Made For” – de Billie Eilish O’Connell e Finneas O’Connell (Barbie)

Conquista Cinematográfica e de Bilheteria: Barbie

 

da Redação A Toupeira

Filed in: Cinema, TV

You might like:

Crítica: “Duna: Parte 2” Crítica: “Duna: Parte 2”
Crítica: “Dias Perfeitos” Crítica: “Dias Perfeitos”
Crítica: “Plano de Aposentadoria” Crítica: “Plano de Aposentadoria”
Crítica: “Amanhã” Crítica: “Amanhã”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.