Crítica: “20 Dias em Mariupol”

Os sons da guerra, o choro das mães, a revolta dos que perderam tudo, lágrimas e dor. A guerra faz sentido para quem? A contagem dos dias, dos 20 dias, com progressiva destruição, e o rastro da morte. É preciso força para assistir a este filme. Impossível não se revoltar.

O documentário “20 Dias em Mariupol” (20 Days in Mariupol), do diretor Mstyslav Chernov, revela imagens inacreditáveis através da cobertura por um grupo de jornalistas sobreviventes ucranianos, ao cerco e ataque russo à cidade de Mariupol.

Todos os horrores que vimos nos últimos dois anos pela imprensa são pouco diante do que se vê através das lentes destes jornalistas ucranianos. É a visão real de quem também é vítima, e que assiste a olho nu, do meio da guerra, seu país, seu povo, seus sonhos serem aniquilados.

Os jornalistas internacionais foram embora, os ucranianos ficaram. E ficaram ouvindo os assustadores sons das explosões, entre gemidos de dor, de morte, de fim, e principalmente, ouvindo a voz do povo implorando para que continuem registrando tudo, para que o mundo saiba o que realmente está acontecendo, para mostrar ao mundo o que fez Vladimir Putin, e tudo que envolve esta tragédia de guerra.

Um longa necessário e indispensável, que todos nós precisamos assistir, e entender que devemos escolher bem os nossos governantes, afastando cada vez mais protótipos de ditadores. Porque a guerra não interessa ao povo, a guerra só interessa a esses “líderes” perversos e desumanos, que, de dentro de seus seguros e luxuosos gabinetes, disputam poder e ego.

Respire fundo durante a exibição desse documentário, várias vezes, será preciso. Ficamos sem ar e vamos nos surpreendendo a cada cena. A angústia é tamanha, que dá vontade de desistir do ser humano. É impossível aceitar o que o mundo assiste, o ser humano destruindo o ser humano.

A respiração dos jornalistas é impactante, revela o estado emocional destes profissionais, que entendem sua fundamental e difícil missão, mas que não deixaram de ser seres humanos na luta pela sobrevivência em meio a guerra.

No próximo dia 10 de março, acontece a cerimônia do Oscar 2024, e “20 dias em Mariupol” concorre ao prêmio de Melhor Documentário.

Assista, resista, mas não feche os olhos para o horror da guerra.

por Carlos Marroco – especial para A Toupeira

*Título assistido em Cabine de Imprensa Virtual promovida pela Synapse Distribution.

Filed in: Cinema

You might like:

Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário
Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão
Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta
“O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada “O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.