Direto da Toca: Fomos à Coletiva de “O Juízo”

Na tarde desta segunda-feira (02), participamos da coletiva de imprensa da nova produção de Andrucha Waddington, “O Juízo”. O roteiro é de Fernanda Torres, e o elenco competentíssimo conta com nomes como Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Filipe Camargo, Carol Castro, Criolo e o estreante Joaquim Torres Waddington. O longa que estreia em 05 de dezembro é mais um prova da excelência do cinema nacional, acerca dos filmes de gênero.

A produção que é um suspense que traz muito de Brasil, trata de escravidão, de alcoolismo e de crenças, mostra uma família à beira de um colapso que tenta se reerguer. “Eu sempre achei que tem um carma brasileiro em Minas Gerais que renderia uma história de terror e suspense”, comenta Fernanda sobre a inspiração para a construção do roteiro.

Filmes de gênero ainda são um desafio para o cinema nacional, que até então tem maior bilheteria com as comédias. O horror que geralmente funciona e rende boas arrecadações são americanos, porém o Brasil tem encontrado formas de percorrer o próprio caminho em meio ao cinema mundial.

“O cinema brasileiro está mais plural, espero que continue a se pluralizar, a manter a sua diversidade porque isso o torna rico”, afirma Andrucha sobre a cena cinematográfica nacional.

“O gênero (horror) fica perto do risível, é muito arriscado, você está a um passo do ridículo, você lida com muitos clichês, é um gênero muito complexo”, declara Fernanda, revelando que ficou preocupada com o resultado da obra antes de ver a versão final.

“Tem tanto suspense, terror, drama e superação no Brasil para gente explorar”, comenta Criolo, que interpreta Couraça, um homem que foi escravizado. Ele ainda disse que não foi preciso buscar muito para achar inspiração para o personagem, pois se procurar em sua árvore genealógica é possível encontrar alguém que não veio para o Brasil por vontade própria.

O suspense que entra essa semana em cartaz é mais uma ótima opção para os amantes do gênero. Em breve crítica completa.

Crédito das fotos: Carla Mendes.

por Carla Mendes – especial para A Toupeira

Filed in: Cinema, Direto da Toca

You might like:

Para quem ama investigação: cinco séries de espionagem disponíveis na Max Para quem ama investigação: cinco séries de espionagem disponíveis na Max
Dubladores de Chiquinha e Seu Madruga participam de painéis do Dia do Orgulho Nerd Dubladores de Chiquinha e Seu Madruga participam de painéis do Dia do Orgulho Nerd
“Frankenstein”, clássico de 1931, ganha sessão gratuita com debate científico no MIS “Frankenstein”, clássico de 1931, ganha sessão gratuita com debate científico no MIS
Direto das Toca: Conhecemos a Exposição “Corpo Humano” Direto das Toca: Conhecemos a Exposição “Corpo Humano”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.