Escritora Katia Marchese publica livro bilíngue de poemas pela editora Quelônio

Crédito: Divulgação

A poeta Katia Marchese, autora dos livros “Por favor, diga meu nome” (2019) e “Mulheres de Hopper” (2021), lança em janeiro de 2024 sua nova obra, o bilíngue “Herbário da memória / Herbario de la memoria”, uma seleção de 16 poemas em português traduzidos para o espanhol que, segundo a autora, é uma “coleção de melancolias de tudo aquilo que irá nos faltar”. Nesta obra, Katia funde corpo humano e natureza vegetal, explorando as parecenças e encontros dessas duas experiências de vida.

Há dois lançamentos já marcados: um na Livraria Candeeiro, em Campinas, onde a escritora mora atualmente (dia 25/1, quinta-feira, 18h30) e outro na Casa das Rosas, em São Paulo (dia 24/2, sábado, 14h). Ainda está em negociação um terceiro lançamento, no mês de março, em Santos, cidade onde Katia nasceu.

O herbário é uma coleção de espécies que vão sofrendo o apagamento progressivo que submete flores, folhas e outros elementos vegetais – o que também aproxima a obra de Katia de um aspecto ecológico ao evocar essas imagens e as urgências de mantê-las vivas.

Um dos poemas, Profecia, é inclusive oriundo de um diálogo da autora com o líder indígena e ambientalista Ailton Krenak, e traz como prefácio a frase “quando você sentir que o céu está ficando muito baixo, é só empurrá-lo para cima”, de autoria de Ailton.

As metáforas florais ou vegetais (clorofila, buganvílias, tulipas, cebolas, davallias, sarças, chapéu de sol) são uma forma atual e propositiva de entender o mundo, uma espécie de ética contemporânea, traduzida em versos e em registro literário que convida o leitor a participar desse movimento. “O herbário traz as naturezas que estão morrendo em nós – nos nossos corpos e nos corpos vegetais”, complementa Katia.

A poesia da autora comporta imagens ricas e contraditórias. Em Clorofila, o trabalho de produção e distribuição do alimento pelo espécime vegetal é comparado à circulação sanguínea. É assim que se combinam imagens inesperadas como a da seiva, do sol e do sangue, que bombeado demasiadamente ao coração, ameaça explodi-lo.

Sobre a escolha de escrever um livro em português e espanhol, a autora diz querer com isso trazer na sua forma um exercício de tradução consigo mesma, resgatando uma memória ibérica, já que seu avô materno é galego e, ainda que tenha morrido quando Katia tinha seis meses, suas recordações foram repassadas à ela por meio de sua mãe.

“Uma das partes do livro evoca justamente essa fusão do corpo com o passado, de fazer partes da nossa existência reviverem pela memória e também olhar a relação das próprias plantas com a ancestralidade”, conta a escritora, reforçando que esse herbário de memórias busca as conexões que temos com as plantas e o que elas têm a ver conosco.

O projeto gráfico do livro, de autoria de Sílvia Nastari, utiliza uma sobrecapa com impressão de flores e folhas secas, um herbário visual que acompanha as duas dimensões poéticas do livro: a memória sentimental, permeada de subjetividade, e a passagem do tempo cronológico e imemorial, afetado pelos elementos naturais e seus impactos materiais e afetivos.

Sinopse

“Herbário da memória”, novo livro de Katia Marchese. Em edição bilingue, esta coleção de poemas se relaciona com espécies vegetais que são, a um só tempo, um mostruário de folhas e flores, um catálogo de emoções e um recenseamento de memórias.

São versos sobre a percepção dos corpos em fricção, sobre registros familiares, sobre afetos persistentes, a crise ambiental e a intersecção entre subjetividade, observação, florescimento e outros ritmos vegetais.

Alguns poemas carregam a melancolia da falta e da devastação da natureza, apontam para um futuro imprevisível e um iminente desastre. Nas palavras visionárias da poeta, este herbário é uma “coleção de melancolias de tudo aquilo que irá nos faltar”.

Ficha Técnica:

Título: Herbário da memória / Herbario de la memoria

Autora: Katia Marchese

Posfácio: Mickhael O. Simões

Capa e projeto gráfico: Sílvia Nastari

Editora: Quelônio

Preço: R$ 49,60

Gênero: poesia

Acabamento: canoa, costura aparente, sobrecapa com tipografia

ISBN: 978-65-87790-65-7

Formato: 13 x 20 cm

Páginas: 60

Serviço:

Lançamento de Herbário da memória / Herbario de la memoria

24 de fevereiro, sábado, às 14h

Casa das Rosas

Avenida Paulista, 37 – Bela Vista, São Paulo – SP

25 de janeiro às 18h30

Livraria Candeeeiro

Rua Dr. Viêira Bueno, 170 – Cambuí, Campinas – SP

da Redação A Toupeira

Filed in: Livros, Saia da Toca

You might like:

Sugestão de Receita Kikkoman: Ratatouille com Shoyu Sugestão de Receita Kikkoman: Ratatouille com Shoyu
Crítica: “O Menino e a Garça” Crítica: “O Menino e a Garça”
Warner Bros. divulga trailer inédito de “Evidências do Amor”, comédia romântica com Sandy e Fabio Porchat Warner Bros. divulga trailer inédito de “Evidências do Amor”, comédia romântica com Sandy e Fabio Porchat
“Borderlands: O Destino do Universo Está em Jogo” ganha trailer e cartazes dos personagens “Borderlands: O Destino do Universo Está em Jogo” ganha trailer e cartazes dos personagens
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.