Fábio Porchat é novamente Olaf em “LEGO Disney Frozen Luzes Congelantes”

Fábio Porchat (Angry Birds), que emprestou a voz para Olaf, o adorável e hilário personagem de “Frozen – Uma Aventura Congelante”, retorna para mais uma dublagem, agora na série de quatro curtas-metragens LEGO Disney Frozen Luzes Congelantes, que estreia no Disney Channel, no dia 14 de Janeiro; e no Disney Junior, no dia 21 de Janeiro.

“O Olaf continua do mesmo jeito; ele tem uma ingenuidade infantil e sabe que, no fim, tudo dá sempre certo. E é o máximo emprestar novamente minha voz para ele. Ele está mais falante desta vez, tem frases mais longas, o que deu mais trabalho. Eu precisei me assistir no Youtube para estar com a mesma voz, pois tem uma entonação específica. Então, fiz esse exercício e fiquei muito feliz com o resultado!”, comentou Porchat.

porchat-olaf-luzes-congelantes

LEGO Disney Frozen Luzes Congelantes traz a versão LEGO dos personagens Anna, Elsa, Olaf, Kristoff e Sven em uma aventura para restaurar o brilho da aurora boreal, que são apenas visíveis do reino de Arendelle.

Parte da incrível força de Frozen é o mágico mundo de Arendelle – uma ilha próxima das ações e aventuras dos personagens. Para Anna, Elsa, e amigos, as Luzes Congelantes, um místico show que irradia no local, é um símbolo do lar. Nesse verão, durante a época de férias, Frozen traz as Luzes Congelantes de Arendelle para todos, fazendo fãs e famílias vivenciarem as auroras juntos, não importa onde estejam.

da Redação A Toupeira

Filed in: Cinema

You might like:

Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono
Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais
Crítica: “Evidências do Amor” Crítica: “Evidências do Amor”
Crítica: “A Paixão segundo G. H.” Crítica: “A Paixão segundo G. H.”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.