Fenômeno Mundo Bita retoma montagem teatral na Cidade das Artes

Crédito: Divulgação

Um dos maiores canais do YouTube voltados para crianças no Brasil, com mais de 14 bilhões de visualizações, o Mundo Bita retoma a montagem teatral do musical “Bita e a Imaginação que sumiu”. Lançado em 2017, a peça volta em cartaz com elenco original e turnê por todo o país.

“É uma experiência enriquecedora usar múltiplas formas artísticas, como teatro de bonecos, atores e audiovisual em um mesmo espetáculo, interagindo, ao vivo, com o nosso público”, diz o pernambucano João Henrique, um dos sócios da animação e autor da adaptação musical teatral dirigida por Alessandra Colasanti.

A montagem se apropria da técnica transmídia e da linguagem multiplataforma, além de apresentar uma dramaturgia construída exclusivamente para o teatro, com 10 músicas autorais, divertidas e educativas, que já fazem sucesso na internet. O musical conta a aventura de Bita e seus amigos Lila, Dan e Tito.

Na Galáxia da Alegria, entre o Planeta Música e o Planeta Circo, está o maravilhoso Mundo Bita. Lá, moram o Bita e os Plots, pequenos seres verdes alienígenas. Nesse lugar tudo é movido a um combustível especial: imaginação. Um dia os Plots percebem a inesperada falta deste ingrediente no reservatório do planeta. Cabe ao protagonista viajar para a Terra com seus amigos na tentativa de solucionar a questão.

O Mundo Bita ganhou vida em 2011 nos estúdios da Mr.Plot, produtora de conteúdo fundada no Recife (PE) por Chaps (cantor e criador do personagem) e seus sócios João Henrique Souza, Enio Porto e Felipe Almeida, todos pais.

“Bita surgiu, na verdade, para ilustrar o quarto da minha primeira filha, em 2011. De lá pra cá, ele ganhou vida e hoje é parte do dia a dia de várias famílias”, comenta Chaps, que é também autor das canções que ilustram os vídeos do Youtube e do espetáculo.

“Bita e a Imaginação que sumiu” é fruto de uma parceria entre a empresa criadora dos personagens, Mr.Plot, e a Gávea Filmes, produtora de cinema e teatro. “Conheci os personagens em 2017, quando idealizamos a montagem que já percorreu teatros no Rio, SP, BH , Curitiba, Vitória, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza. Agora retornamos ao RJ para uma temporada na Cidade das Artes”, diz Bianca de Felippes, que produz o espetáculo em parceria com Gabriel Bortolini.

Em onze anos, os mais de 100 clipes autorais lançados ultrapassam 14 bilhões de visualizações no Youtube, o álbum “Bita e a Natureza” foi indicado ao 19º Grammy Latino de Melhor Álbum Infantil e coleciona diversas premiações, como discos de platina duplo e discos de ouro.

As produções dos conteúdos autorais abordam, com leveza, cor e muita música, temáticas atuais e assuntos que contribuem para a formação saudável e solidária das crianças. Entre as situações vivenciadas pelas personagens estão trabalho em equipe, brincadeiras imaginativas, atitudes de perseverança e adoção de estratégias apropriadas à faixa etária para superar obstáculos.

Serviço:

“Bita e a Imaginação que sumiu”

De 06 a 28 de abril. Sábados e Domingos às 15h

Cidade das Artes – Grande Sala

Avenida das Américas, 5300 – Barra da Tijuca / RJ

Ingressos a partir de R$ 20. Na bilheteria do teatro ou pelo link

Crianças de colo até 2 anos incompletos, não pagam

Duração: 60 minutos

Recomendação: Livre

Gênero: Musical Infantil

da Redação A Toupeira

Filed in: Teatro

You might like:

Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono
Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais
Crítica: “Evidências do Amor” Crítica: “Evidências do Amor”
Crítica: “A Paixão segundo G. H.” Crítica: “A Paixão segundo G. H.”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.