Resenha: “Eclipse” (livro)

eclipse-capa-livroChega às lojas a terceira parte da saga de Edward e Bella: “Eclipse” (Eclipse) o esperado lançamento da Editora Intrínseca para este começo de ano.

Stephenie Meyer presenteia os leitores com uma trama ágil e envolvente. Com todos os personagens já apresentados e histórias formadas, a autora tem mais liberdade para investir na ação e explorar os sentimentos e atitudes inesperados que aparecerem no decorrer da nova aventura.

O que parecia improvável acontece: sabendo que todos podem ser afetados, vampiros e lobisomens se aliam em busca da solução definitiva para a complicada vida de Bella. Uma guerra é declarada quando vampiros “recém-nascidos” passam a atacar em Seattle, como prenúncio do que espera a pacata Forks.

Com a proximidade da Formatura e do cumprimento da promessa de virar vampira, Bella parece confusa – nunca ela me lembrou tanto uma adolescente “normal”, mesmo depois de tudo extraordinário que descobriu e viveu nos livros anteriores – o que me decepcionou um pouco.

Hormônios em ebulição são a justificativa para que algumas narrativas tomem rumos diferentes do esperado e deixem para o quarto e último livro (com previsão de lançamento ainda neste semestre no Brasil), a explicação e resolução de quase todas as tramas principais.

Destaque novamente para Edward, que mesmo em meio a tanta pressão e eventos inesperados, continua perfeito e encantador – como é o homem dos sonhos de 99% das mulheres “mortais” ou não!

Agora, é esperar por “Breaking Dawn”!

Preço sugerido: 31,90.

por Lara McCoy

Filed in: Livros

You might like:

Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono Fazenda Futuro: Confira duas receitas para aproveitar os alimentos da estação, junto da chegada do outono
Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais Amazon Prime Video lança filme sobre batalha musical com grande elenco de influenciadores digitais
Crítica: “Evidências do Amor” Crítica: “Evidências do Amor”
Crítica: “A Paixão segundo G. H.” Crítica: “A Paixão segundo G. H.”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.