Resenha: “Não leve a vida tão a sério”

nao-leva-a-vida-tao-a-serio-capaEu amo ganhar livros e para minha felicidade, mês passado, três amigos muito queridos me presentearam com títulos bem diferentes e interessantes.

O primeiro que acabei de ler ontem, foi lançado pela Editora Sextante em 2003. “Não leve a vida tão a sério” (o que, aliás, é um sábio e útil conselho) escrito por Hugh Prather foi uma grata surpresa.

Não sou o que se pode chamar de fã ardorosa de ler livros de auto – ajuda, mas essa obra em particular, me agradou bastante. Em 156 páginas, o autor nos conta pequenas histórias verídicas para ilustrar as situações propostas e nos sugere a prática de 23 exercícios mentais para que passemos a ver a vida, as pessoas a nossa volta e nós mesmos com olhos menos críticos e exigentes – sim, já comecei a fazê-los!

Leitura agradável, que prende a atenção e consegue atingir o aparente objetivo de ensinar a ter uma alma “mais leve”.

Para ter e presentear os amigos que levam a vida a sério demais…

Preço sugerido: R$ 17,90

por Lara McCoy

Filed in: Livros

You might like:

Crítica: “Assassino por Acaso” Crítica: “Assassino por Acaso”
“Robô Selvagem”, animação baseada no premiado livro de Peter Brown, tem novo trailer e pôster divulgados “Robô Selvagem”, animação baseada no premiado livro de Peter Brown, tem novo trailer e pôster divulgados
Conheça o primeiro devocional infantil de Martin Luther King Jr. Conheça o primeiro devocional infantil de Martin Luther King Jr.
Dica para o Dia dos Namorados: Monte uma tábua fit para celebrar o amor Dica para o Dia dos Namorados: Monte uma tábua fit para celebrar o amor
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.