Royal Canin viabiliza intervenção urbana em São Paulo

Crédito: Divulgação / Royal Canin

Nos últimos seis anos, a população de gatos cresceu mais que o dobro que a de cães, acumulando 8,1% de aumento contra 3,8% do crescimento canino, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A tendência foi confirmada pela recente pesquisa realizada no País pela Royal Canin, marca líder em Nutrição Saúde para gatos e cães, no mês de agosto deste ano, com 2 mil tutores de felinos, que apontou um crescimento de 30% de gatos nos lares brasileiros durante a pandemia do coronavírus.

Ainda existe uma grande falta de conhecimento sobre a espécie. A pesquisa mostrou alguns dados alarmantes: 43% dos tutores que trouxeram um novo gato para seu lar durante a pandemia não os levaram ao Médico-Veterinário nenhuma vez. Além disso, 29% dos que já possuíam um felino antes da pandemia relataram que diminuíram muito a frequência das consultas devido ao atual momento.

“Diferente dos cães, os felinos demoram a presentar sintomas de que algo não vai bem e isso faz com que as doenças sejam descobertas em estágio avançado, impactando diretamente no bem-estar e expectativa de vida deles”, conta Carlos Martella, Diretor de Marketing da Royal Canin Brasil.

Por isso, a marca convidou o artista Tito Ferrara para ajudá-la, por meio da arte, a conscientizar as pessoas sobre a importância das idas frequentes ao Médico-Veterinário. A iniciativa busca estimular com que a vida real imite a arte e é parte do maior investimento em uma campanha de comunicação já realizado pela Royal Canin no país, intitulada “Meu Gato No Vet”.

“Desde a fase de idealização da campanha, queríamos algo impactante, que tocasse a rotina das pessoas e promovesse reflexões sobre a causa. Esta é a primeira vez que a Royal Canin aposta em uma ação desse tipo, utilizando a arte para contar uma história relevante para nós, que colocamos os pets no centro de tudo o que fazemos. A ideia não era apenas estampar a cidade com uma mensagem sobre a importância da saúde preventiva dos felinos, mas também ser um registro que promova nos tutores de gatos a lembrança da necessidade do agendamento de check-ups regulares anuais. Temos pesquisas que mostram que 42% deles adiam a ida ao Médico-Veterinário e isso é muito preocupante”, complementa Carlos.

Crédito: Divulgação / Royal Canin

A vida inspira a arte e a arte inspira a vida

Tito Ferrara é um artista paulistano, com relevante notoriedade nacional, cujo trabalho é muito focado em retratos e em pessoas; e usa tanto suas feições quanto suas histórias como fonte de inspiração e conteúdo. “Eu falo que por trás de cada retrato há uma história, e esse é o conceito do meu trabalho”, explica Tito.

E a união de Tito com a Royal Canin teve um impacto relevante na vida do artista, que usou a gata da família – a Emi – como inspiração para criar a arte que estampa o mural gigantesco, localizado em uma empena cega de um prédio no bairro Vila Nova Conceição, na cidade de São Paulo.

Mas o mais impactante foi a revelação de identificação com o tema da campanha. “A Emi nunca tinha ido ao Médico-Veterinário, por isso esta obra para a campanha ‘Meu Gato No Vet’ foi muito significante para mim”, relata o artista.

A arte retrata a relação de cuidado de uma Médica-Veterinária com um gato sem raça definida. Ambos estão olhando para a cidade e criando uma conexão imediata com quem a admira. Ela impacta por sua magnitude e riqueza de detalhes, gerando reflexões imediatas sobre a causa da campanha “Meu Gato No Vet”.

O edifício escolhido para receber a obra fica na Avenida Santo Amaro, 220, em sua face lateral, que é facilmente visível na esquina com a Avenida Presidente Juscelino Kubitschek.

“Para mim, pintar uma empena foi muito importante, ainda mais sendo em São Paulo, a cidade onde eu nasci. Trata-se do trabalho mais alto que eu já fiz, e foi como realizar um sonho. Para o artista que pinta na rua, quanto mais alto for o painel mais legal é. Além disso, agora, a Emi, que é como um membro da família, vai passar a fazer seus check-ups de saúde regulares. Essa obra me marcou e espero que marque outros tutores de gatos também”, finaliza Tito.

A Royal Canin contou com a curadoria e produção da agência Dionisio Arte para viabilizar esta intervenção artística na cidade de São Paulo.

da Redação A Toupeira

Filed in: De tudo um pouco

You might like:

Para quem ama investigação: cinco séries de espionagem disponíveis na Max Para quem ama investigação: cinco séries de espionagem disponíveis na Max
Dubladores de Chiquinha e Seu Madruga participam de painéis do Dia do Orgulho Nerd Dubladores de Chiquinha e Seu Madruga participam de painéis do Dia do Orgulho Nerd
“Frankenstein”, clássico de 1931, ganha sessão gratuita com debate científico no MIS “Frankenstein”, clássico de 1931, ganha sessão gratuita com debate científico no MIS
Direto das Toca: Conhecemos a Exposição “Corpo Humano” Direto das Toca: Conhecemos a Exposição “Corpo Humano”
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.