Direto da Toca: Saiba mais sobre o sebo virtual “O cão que lê”

Logo oficial do sebo “O cão que lê”. Crédito: Cecília Reis / Divulgação

Leitura é, para muitos, mais do que obrigação imposta por cursos escolares: é prazer, hobby, companhia. Para este, as lojas de livros usados, popularmente chamados de “Sebos” são uma verdadeira mina de ouro, onde é possível encontrar preciosidades em forma de páginas encadernadas – o que pode surgir como exemplares mais raros, ou simplesmente, aquele que faz bem aos nossos corações e ganha nossa atenção apenas por isso.

As sócias fundadoras de “O cão que lê”, Simone Nunes e Priscila Amaral

Se até alguns anos atrás, cachorros e gatos eram vistos – por boa parte das pessoas – como “apenas” animais de estimação, hoje essa opinião mudou de maneira drástica (ainda bem!) e a importância deles em nossas vidas e cotidiano está sendo cada vez mais colocada em pauta – inclusive nesse período de isolamento social, quando a companhia de pets tem sido um diferencial para quem precisa ficar afastado de amigos e familiares – e não é difícil encontrar tutores que tratam seus bichinhos como filhos.

Agora, que tal unir o amor pelos livros e pelos animais em um só projeto? Essa é a ideia de “O cão que lê”, sebo virtual localizado na capital paulista  – que envia encomendas para todo território nacional – que teve a criativa ideia de publicar em seu perfil do Instagram, fotos de seguidores mostrando seus filhos de pelo – sempre junto a dicas de leitura, é claro!

Tudo começou com a amizade entre Simone Nunes e Priscilla Amaral, apaixonadas por esse combo animais + livros, quando conversavam sobre desapego de alguns livros a fim obter lucro e fazer circular a leitura.

Jason, cãozinho / filho da Priscilla Amaral, no momento em que surgiu a ideia para o projeto

Nesse momento, Jason – o cãozinho da Priscilla – estava deitado próximo a exemplares que seriam colocados à venda e serviu de muso inspirador para a criação de O cão que lê. Hoje em dia, Jason se tornou mais do que o símbolo do projeto, atraindo a atenção dos seguidores que passaram a perguntar sobre ele, querer notícias.

Durante a quarentena, surgiu uma nova ideia: convocar as pessoas a mandar fotos de seus bichinhos – sempre juntos a algum livro – para fazer do perfil oficial do Instagram um lugar mais leve, com imagens e textos que pudessem trazer algum conforto em meio a tantas notícias pesadas sobre esse momento complicado que o mundo enfrenta devido à pandemia de Covid-19.

Priscilla Amaral e sua afilhada Cookie

Uma vez instaurada a ideia, Ongs também passaram a fazer parte dela – como a Terra de Artemis – e a intenção para o futuro é ampliar ainda mais essa ação na forma de um canal para tratar não só da venda de livros, mas de assuntos relacionados ao mundo pet em geral, incluindo a sempre importante pauta de adoções de animais que ainda não encontraram um lar para chamar de seu.

Mas ainda faltava uma imagem que tivesse a cara do projeto, missão cumprida pela terapeuta holística Cecília Reis, amiga da dupla fundadora de O cão que lê e proprietária do Espaço Ênohe, que aproveitou sua experiência prévia como publicitária, para criar um logotipo adorável que agora é a marca registrada do Sebo.

Cecília Reis e sua cachorrinha / filha Perséfone

Que essa matéria sirva de incentivo para que você leia mais e abra seu coração para um animalzinho carente. Os resultados serão, com certeza, recompensadores!

Crédito das fotos: Divulgação.

por Angela Debellis

 

Filed in: Direto da Toca, Livros

You might like:

TV Brasil estreia épica série “Os Mosqueteiros” TV Brasil estreia épica série “Os Mosqueteiros”
Projota comanda a “Festa em Casa” no Multishow Projota comanda a “Festa em Casa” no Multishow
Seara e Ofner lançam coxinha com recheio 100% vegetal Seara e Ofner lançam coxinha com recheio 100% vegetal
‘Amor em Jogo’, comédia romântica estrelada por Gal Gadot, estreia no streaming ‘Amor em Jogo’, comédia romântica estrelada por Gal Gadot, estreia no streaming
© 2020 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.