Castelatto lança piso com resíduos de bacias sanitárias na Casa Cor SP

Crédito: Raphael Renzo

Apresentando lançamentos em dois ambientes na 37ª edição da Casa Cor, que acontece de 21 de maio e 28 de julho, no Conjunto Nacional, a Castelatto – referência em pisos e revestimentos em concreto arquitetônico – marca presença nos ambientes Galeria de Arte Martins e Monteiro, de Juliana Cascaes, e Memórias Deca, assinado por Gisele Taranto.

Com150m², a Galeria de Arte Martins e Monteiro exibe logo na entrada e aos fundos do ambiente, o lançamento Colonna Etrusco, na versão Terracota, que uniu o efeito estético rústico e sofisticado, a funcionalidade da instalação em forma de brise, ampliando a entrada de iluminação e a ventilação cruzada.

Já o destaque, se encontra no ambiente Memórias Deca, com o lançamento do piso Matéria, feito com resíduos de bacias sanitárias. Primeiramente lançado como revestimento de parede, durante a Expo Revestir, a linha Matéria amplia seu portfólio e traz a versão piso, na cor Chumbo, 1m x 1m, por toda a extensão do ambiente.

Com foco na economia circular, a indústria de revestimentos em concreto arquitetônico, Castelatto, pertencente à Dexco, empresa de materiais de construção, reforma e decoração, apresenta com exclusividade no mercado mundial, a linha de revestimentos de parede e, agora, pisos, Matéria, trazendo como inovação o reaproveitamento de resíduos do ciclo produtivo de louças sanitárias da Deca, para a nova coleção da marca, por meio da reciclagem.

Louças sanitárias que apresentavam defeito foram trituradas tornando-as pequenos fragmentos, chamados de Pitcher, que foram aplicados na composição dos produtos. Uma alternativa ao tradicional sistema linear, reforçando a busca das marcas pela maior preservação de recursos naturais, por eficiência energética e pelo combate ao desperdício, que está alinhada às estratégias ESG.

“Esta nova linha de produtos da Castelatto é um bom exemplo de como a circularidade pode trazer ganhos aos nossos processos. Ao utilizar um material que já consumiu recursos naturais e energia para ser produzido, mas teria que ser destinado para um aterro sanitário, conseguimos dar um novo uso para ele e reduzir a demanda da Castelatto por novos insumos, contribuindo para que tenhamos operações cada vez mais ecoeficientes”, comenta Guilherme Setubal, gerente de ESG e RI da Dexco.

Segundo Matheus Benati, head de Marketing da Castelatto, a inovação traz ganhos e economia para ambas as marcas do Grupo Dexco. Ao substituir os agregados que compunham os revestimentos da marca, por Pitchers em 70% de sua composição, a empresa passa a dispensar a compra de matérias primas, antes necessárias, como areia, pedra, entre outros materiais, utilizando de forma mais eficiente os recursos naturais internos do grupo. Esse reaproveitando gera uma economia de R$ 240 mil a cada mil toneladas de pitcher reaproveitado.

Composto por seis versões de cores: Barbante, Chumbo, Cinza, Branco, Sálvia e Terracota, os pisos e revestimentos de parede possuem aspecto visual contemporâneo e destaque para a textura porosa.

da Redação A Toupeira

Filed in: De tudo um pouco, Saia da Toca

You might like:

Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário
Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão
Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta
“O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada “O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.