Cinco Curiosidades sobre o novo “Doctor Who”, que acaba de chegar ao Disney+

A nova temporada de “Doctor Who”, disponível no Disney+, chegou trazendo o que a série tem de melhor: muito humor, grandes vilões, incríveis batalhas e inúmeras voltas no tempo.

Agora, o ator Ncuti Gatwa é a nova versão do lendário viajante do tempo que, junto com a personagem Ruby Sunday (Millie Gibson), defenderá as forças do bem enquanto encontra amigos incríveis e inimigos perigosos – da era da Regência Britânica a futuros devastados.

Para celebrar mais uma aventura do Doutor pelo espaço-tempo, o Disney+ separou algumas curiosidades sobre a nova encarnação do personagem e a nova temporada da produção.

Confira abaixo:

Ncuti Gatwa, o primeiro Doutor negro e abertamente Queer

Após treze temporadas, Doctor Who traz pela primeira vez um ator negro e abertamente Queer no papel do Doutor. O escocês Ncuti Gatwa é o responsável por dar vida a encarnação do décimo quinto viajante do tempo.

Sua primeira aparição no papel do protagonista aconteceu no terceiro episódio do especial de Natal da produção, disponível também no Disney+.

Também temos a primeira Drag Queen em Doctor Who

Mais representatividade? Com certeza! Jinkx Monsoon é a primeira Drag Queen escalada para atuar na produção. Vencedora da quinta temporada do reality RuPaul’s Drag Race e do spin-off RuPaul’s Drag Race: All Stars: All Winners, a artista é uma das personalidades mais famosas do mundo queer na atualidade.

Sua personagem em Doctor Who é a vilã Maestro, uma entidade ligada a música e que trava uma batalha com o Doutor e Rudy no terceiro episódio da nova temporada – intitulado O Som do Diabo.

Viajando, literalmente, no tempo!

A trama de Doctor Who, no geral, é envolta de viagens no tempo para qualquer momento da história, seja futuro ou passado, possibilitando levar o público para diferentes e mais incríveis acontecimentos da humanidade.

Na nova temporada, o Doutor (Ncuti Gatwa) e Ruby (Millie Gibson) voltam para a década de 1960 para conhecerem a banda britânica Beatles. Porém, ao chegarem lá, não encontram o que imaginavam, mas entendem o quanto a música e a união são importantes para o mundo.

Bi-regeneração

Uma das marcas registradas da série é a recorrente mudança de ator que interpreta o Doutor. Isso se dá porque o personagem realiza uma encarnação após uma situação de morte inerente. Essa troca até então nunca tinha sido vista pelo público, porém, a nova temporada traz um novo meio de transformação: a bi-regeneração.

Essa nova forma de regeneração, até então impossível, acontece após ToyMaker (Neil Patrick Harris) atingir o 14º Doctor (David Tennant) com um raio laser, iniciando mais uma vez o processo de mudança e surgindo a versão de Gatwa.

Série de ficção cientifica mais antiga do mundo

Em 2006, Doctor Who entrou para a lista do Recorde Mundial do Guinness com o título de série de ficção cientifica mais duradora do mundo. Já em 2009, foi recordista também como a produção bem mais sucedida. Ao todo, são sessenta anos e quatorze temporadas de muita viagem do tempo do Doutor e suas companheiras.

Novos episódios de “Doctor Who” serão lançados todas as sextas-feiras, às 20h, exclusivamente no Disney+.

da Redação A Toupeira

Filed in: TV

You might like:

Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário
Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão
Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta
“O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada “O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.