Paixão e desejo de vingança: dualidade humana é retratada em trilogia romântica

Nos anos 1800, mulheres como Helena, Nataly e Marshala jamais teriam o que desejavam. Para a população londrina da época, elas deveriam ser apenas boas esposas e mães, que pertenciam a seus pais ou maridos. Inconformadas com tudo o que a sociedade machista as havia feito passar, as histórias das três personagens na trilogia Deusas de Londres se conectam pelo mesmo objetivo: o desejo de vingança.

Nesta série literária publicada pela The GiltBox Editora, a escritora e psicóloga Paula Toyneti Benalia mergulha nos desejos humanos e mostra que o amor e o ódio podem estar mais próximos do que qualquer pessoa jamais imaginou. Ao mesmo tempo em que vivem grandes amores, as protagonistas transformam as próprias tragédias em força para lutar contra o patriarcado.

Quando o ódio é a premissa do amor, ele nasce por caminhos tortos, seguindo caminhos incoerentes e loucos.

Mas quando amar foi sano, racional? Se o foi, nunca foi amor. (Diário de Helena, Londres, 1801)

(O dia em que te amei, p. 13)

Inspiradas em Hemera, deusa da luz e do dia, Afrodite, divindade da beleza e do amor e, Héstia, deusa do fogo, as personagens são mulheres à frente de seu tempo. Diferente das damas da época, Helena, protagonista de “O dia em que te amei”, faz questão de causar escândalos e tem como diversão destruir a reputação do marido, o respeitado Duque de Misternham – que a escolheu justamente por esse motivo, para se vingar da própria família, por terem rejeitado e maltratado a irmã mais velha anos atrás.

Nataly, personagem principal do segundo volume, “O dia em que te toquei”, encontra em um conde endividado a oportunidade perfeita para realizar um casamento por conveniência, com objetivo de conseguir um novo bode expiatório e esconder que é a verdadeira dona do mais famoso clube de jogos e prostituição de Londres.

Já Marshala, que protagoniza “O dia em que te beijei”, vive em constante confronto com os traumas do passado. Foi despejada pela família, abandonada no altar, e a fizeram mudar até o próprio nome, mas agora, a modista será confrontada por uma antiga paixão.

Amor e ódio, afeto e vingança são sentimentos que regem o envolvente e instigante enredo de Paula Toyneti Benalia. Com dez livros publicados, a autora mescla a narração entre os personagens, que descrevem em primeira pessoa acontecimentos, ações, pensamentos e diálogos. Todos, sempre pontuados por reflexões sobre os “nãos” que as mulheres precisam encarar e as insurgem com uma força interior capaz de superar os obstáculos mais duros impostos pela sociedade.

Ficha Técnica:

Título: Trilogia Deusas de Londres: O dia em que te amei (Vol. 1); O dia em que te toquei (Vol. 2) e O dia em que te beijei (Vol. 3)

Autora: Paula Toyneti Benalia

Editora: The GiftBox

Páginas: 241 | 199 | 203

Preços: R$ 64,90 | R$ 62,90 | R$ 74,90

Comprar na Amazon: Vol. 1, Vol. 2, Vol. 3

Crédito das imagens: Divulgação | Paula Toyneti Benalia.

da Redação A Toupeira

Filed in: Livros

You might like:

Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário Que palavra é essa? Leitura infantil para ampliar o vocabulário
Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão Fundação Japão promove Anisong Dance All Styles Battle – Conexão Brasil Japão
Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta Super Férias Cinesystem: todo mundo paga meia de segunda a quinta
“O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada “O Urso S3” – Tudo que você precisa saber sobre a terceira temporada
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.