Um bilhete misterioso e uma escolha: sofrer ou ressignificar a dor

Como é possível lidar com o sentimento de angústia perante as injustiças e grandes revezes da vida? No livro “A Corrente”, João Alexandre Paschoalin Filho contribui para reflexões semelhantes a esta, em uma narrativa que desafia o leitor a questionar o próprio papel no mundo. Também mostra como as conexões humanas interagem entre si, ao ponto de cada escolha e ação individual reverberar na realidade do próximo.

No centro desta ficção está um jovem e próspero professor universitário, que tem vida repentinamente abalada por uma tragédia: a morte da filha em um acidente. O acontecimento não apenas desencadeia um colapso emocional e espiritual no homem, mas uma série de eventos que desafiam a compreensão da existência do divino.

Em meio ao luto, uma pessoa estranha entrega a ele um bilhete com uma mensagem codificada em símbolos maçônicos – um desafio incalculável para desvendá-lo.

O enigma o leva a enxergar os infortúnios da vida como oportunidade de crescimento. Na tentativa de responder questões profundas como “por que pessoas boas sofrem?” ou “qual é o papel de Deus na existência?”, ele se permite perdoar o responsável pela morte da filha, um motorista de aplicativo cansado, que mantinha dois empregos para sustentar a família. E vai além ao impactar positivamente outras almas feridas.

— Foi a sua intuição que lhe convenceu a descer de seu apartamento e me encontrar. Use-a para entender a mensagem que o bilhete lhe traz.

— Como assim, me traz? Não é a mesma mensagem que você decifrou?

— Apesar de o bilhete ter juntado nossas vidas, cada um de nós o recebeu por um motivo diferente; assim as mensagens nunca serão as mesmas.

Elas são específicas para cada pessoa, pois apesar de sermos irmãos e parte do Eterno, cada um de nós é único no Universo. (A Corrente, p. 111)

Em 31 capítulos de rápida leitura e fácil entendimento, “A Corrente” explora questões filosóficas e humanas comuns à existência, com base em conhecimentos gnósticos, teosóficos, herméticos e judaicos.

“Este livro não pretende fornecer respostas definitivas, mas abrir novos questionamentos. Quero desafiar o leitor a repensar convicções e explorar as profundezas da própria alma”, diz J.A.P Filho.

Recheado de simbologias, o livro desvela símbolos alquímicos, a exemplo da representação ao Sol, à morte e à vida, presentes na ilustração da capa. Já no título, a palavra “Corrente” exprime movimento constante, definição que vai ao encontro do maior objetivo do autor: incentivar as pessoas a refletirem mesmo em meio à rotina corrida, no intuito de buscar ser alguém melhor para si e a quem está por perto.

Ficha Técnica:

Título: A Corrente

Autor: J.A.P Filho

ISBN: 978-65-254-6241-7

Formato: 14 x 21 cm

Páginas: 172 páginas

Preço: R$ 51,90

Onde comprar: Amazon

da Redação A Toupeira

Filed in: Livros

You might like:

Warner Bros. Pictures divulga novo trailer de “Coringa: Delírio a Dois” Warner Bros. Pictures divulga novo trailer de “Coringa: Delírio a Dois”
Direto da Toca: Primeiras Impressões de “Gestalt: Steam & Cinder” Direto da Toca: Primeiras Impressões de “Gestalt: Steam & Cinder”
Cinemark apresenta Pipoca Mais Parmesão Cinemark apresenta Pipoca Mais Parmesão
“Terça Nacional” da Cinépolis traz dois filmes com ingressos a partir de R$ 6,00 “Terça Nacional” da Cinépolis traz dois filmes com ingressos a partir de R$ 6,00
© AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.