Direto da Toca: Estivemos na sala “A Vila do Chaves” do Escape 60

Com uma história de amor entre os fãs que já dura 47 anos, é fácil imaginar que adentrar em um jogo de fuga temático de certo garotinho mexicano seria algo emocionante. Junto a nossos colegas Escapers Divertidos fomos conhecer “A “Vila do Chaves” na Unidade Jardins do Escape 60 e contamos o que esperar da experiência:

Tinha que ser o Chaves

Apesar de a sala carregar o nome do protagonista do longevo programa de TV – atualmente exibido todas as noites no canal Multishow -, a trama principal da partida não gira em torno dele, mas da necessidade de se encontrar um envelope contendo o valor suficiente para, finalmente, quitar os quatorze meses de aluguel atrasado do Seu Madruga, evitando assim, que o Sr. Barriga tenha argumentos para despejá-lo de sua casa.

Suco de Limão, que parece de Tamarindo e que tem gosto de Groselha

Há muitos enigmas a serem decifrados no espaço de 60 minutos, sendo vários dependentes de combinações corretas em cadeados. E, apesar de interessantes, nem tudo faz sentido à primeira vista, o que pode ser complicado para o desenvolvimento da ação da equipe. Precisamos de várias dicas para começar a entender como proceder para encontrar as soluções.

Ninguém tem paciência comigo

A maior desvantagem que vi, foi que, após um tempo maior do que esperado para termos algum êxito, os ânimos vão se alterando e é preciso tomar um imenso cuidado para que o trabalho em grupo não seja prejudicado. Como sempre, se muitos tentarem desvendar o mesmo enigma simultaneamente, a tendência é não conseguir fazê-lo em um tempo razoável.

Então, apesar da sala comportar times de até 12 pessoas, eu não recomendaria uma formação desse porte. Nós estávamos em 6 integrantes e já foi o suficiente para começar o excesso de ruídos em certo momento.

Ai, que burro! Dá zero pra ele!

Apesar de manter o padrão de não exigir nenhum tipo de esforço físico para resolver as charadas, é importante salientar o fato de que algumas envolvem certa habilidade com números e, no meio da pressão da passagem de tempo – vista no cronômetro disponível desde o início da partida – isso pode ser um agravante.

É legal (e muito útil) que entre os jogadores haja pelo menos um que consiga manter a concentração nos momentos em que a matemática for imprescindível.

Você não vai com a minha cara?

Ainda que a cenografia seja incrível e faça com que já em nossa entrada no espaço, possamos nos transportar para a famosa Vila, senti falta de uma maior utilização da mitologia dos personagens.

Há objetos que nos remetem a eles, mas, efetivamente muita coisa que poderia ter rendido excelentes desafios foi deixada de fora.

Tá bom, mas não se irrite

Outro fator que pode ser decisivo para o sucesso da equipe são as dicas. O local segue a regra de que, caso o monitor (no nosso caso, Igor) perceba que os jogadores estão “travados” há muito tempo, sem progredir nos desafios, uma dica será fornecida através do alto-falante.

O problema é que, como já aconteceu em outras ocasiões (incluindo em outros Escapes que também têm essa política) algumas dicas acabam sendo desperdiçadas, porque são referentes a pontos que já foram resolvidos.

Talvez fosse mais interessante atender os pedidos do próprio grupo, quando este achasse que precisava de alguma ajuda para entender / resolver os enigmas.

Isso, isso, isso!

No fim, não conseguimos escapar da sala, faltando encontrar apenas a última resposta para destravar a porta de saída. Encerrado o jogo, a solução nos foi revelada pelo monitor e, pareceu coerente com as pistas que já tínhamos em mãos, apesar de demandar uma atenção extrema aos detalhes e, mais uma vez, a manutenção da calma – coisa bem complicada para quem chegou a esse ponto faltando menos de um minuto para acabar o tempo.

“A Vila do Chaves” está disponível na Unidade Jardins do Escape 60, localizada na capital paulista. Para mais informações e reservas, acesse o site: www.escape60.com.br.

Acompanhe nossas aventuras e dicas em nossas redes sociais:

www.facebook.com.br/equipedivertidos / www.instagram.com.br/escapersdivertidos

por Angela Debellis

Filed in: Direto da Toca, Saia da Toca

You might like:

Elenco de “Stranger Things” visita labirinto temático no “Halloween Horror Nights” Elenco de “Stranger Things” visita labirinto temático no “Halloween Horror Nights”
“Guardado em Silêncio” cumpre curta temporada em São Paulo “Guardado em Silêncio” cumpre curta temporada em São Paulo
“A Freira” se torna a maior bilheteria de terror da história no Brasil “A Freira” se torna a maior bilheteria de terror da história no Brasil
Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald ganha trailer final e novas artes de personagens Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald ganha trailer final e novas artes de personagens
© 2018 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.