Direto da Toca: Participamos da Coletiva de Imprensa Virtual de “Depois a Louca Sou Eu”

Crédito: Reprodução YouTube

Aconteceram hoje, a Cabine a Coletiva de Imprensa (ambas as atividades virtuais) de “Depois a Louca Sou Eu”, adaptação do livro homônimo de Tati Bernardi, que chega aos cinemas brasileiros.

Na conversa com os jornalistas que teve a mediação de Flávia Guerra, o elenco foi representado pela protagonista Débora Falabella, por Gustavo Vaz e Yara de Novaes. Já a equipe de produção contou com as participações da diretora Julia Rezende e da produtora Mariza Leão.

Julia falou sobre os desafios de se adaptar a obra de Tati Bernardi para os cinemas, sob a ótica de que esta é a história da geração atual, na qual boa parte das pessoas tem que lidar com a ansiedade, comparações e expectativas (tanto antes, quanto neste período de pandemia). Tudo retratado com humor – ainda que a história seja forte. A parceria da diretora e da escritora já é prévia, graças aos longas “Meu Passado Me Condena” 1 e 2.

Débora Falabella contou como foi a experiência de dar vida à protagonista Dani. Como leitora da obra original, a atriz assumiu ter expectativas para fazer o filme – caso esse viesse a ser concebido em algum momento – ainda com a imagem da autora como referência. Com o decorrer das filmagens, a base ganhou outras formas, a partir de experiências próprias e de pessoas próximas, tanto de fora, quanto parte da equipe. Uma personagem que poderia estar em qualquer situação e a atriz se sentiria à vontade para interpretar.

A atriz também falou sobre a websérie “Diário de uma Quarentena”, derivada do livro / filme e concebida durante esse período de pandemia que assola o planeta. Também estrelada pela personagem criada por Tati Bernardes, que fez um enorme sucesso com seus episódios inéditos retratando a rotina de alguém que sofre com transtornos de ansiedade nesse momento de inesperadas mudanças. Gustavo Lipsztein é o responsável pelos textos, tanto do filme, quanto da websérie.

Gustavo Vaz comentou sobre o contraste de seu personagem Gilberto, que é um psicanalista ansioso. O encontro com a protagonista Dani faz com que ele descubra que não está sozinho no mundo, que é capaz de ser par de alguém – o que pode trazer uma sensação de paz e conforto, embora se perceba falho (mas não deixe de tentar). O ator acredita ser possível criar empatia pelo personagem, por ser uma figura muito honesta, dentro de suas dificuldades de lidar com os pensamentos “exagerados” causados pela ansiedade.

Yara de Novaes contou sobre a descoberta do equilíbrio para interpretar Sylvia, mãe de Dani, na própria maternidade real, na qual se vive o conflito de lidar com as fragilidades humanas enquanto há de se ter uma relação de certeza com os filhos. E ressaltou a alegria em trabalhar com Débora Falabella e Julia Rezende, fundamentais para a concepção de como a personagem seria levada ao público.

Sobre a estética visual do filme (e das peças de divulgação), o uso das cores foi ressaltado com destaque para algum elemento vermelho nos momentos de crise de Dani, ou verde para as situações em que está vivendo com mais liberdade. Assim como o uso de lentes que davam a sensação de proximidade exagerada com os personagens (como se pudéssemos entrar em suas cabeças) ou proporcionavam qualidade na percepção de pequenos detalhes.

O consenso geral é de que, de algum modo, a produção pode contribuir para que haja a abertura de um diálogo com as pessoas que enfrentam o tipo de situação vivida por Dani, que às vezes não sabem nem mesmo nomear o que sentem, ainda que busquem todo tipo de ajuda para pelo menos amainar os sintomas que as acometem.

Com o adiamento de quase um ano em sua data de estreia – inicialmente prevista para abril de 2020 – devido à pandemia de Covid-19, “Depois a Louca Sou Eu” chega às telonas nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, data em que você confere nossa Crítica Completa.

por Angela Debellis

Filed in: Cinema, Direto da Toca, Livros

You might like:

Confira novos pôster e trailer de “A Lenda de Candyman” Confira novos pôster e trailer de “A Lenda de Candyman”
‘Transformers: O Despertar das Feras’: título oficial e início das filmagens são anunciados ‘Transformers: O Despertar das Feras’: título oficial e início das filmagens são anunciados
Patrulha Canina desvenda mundo dos dinossauros em novo álbum da Panini Patrulha Canina desvenda mundo dos dinossauros em novo álbum da Panini
Universal+ disponibiliza série “Lost” completa Universal+ disponibiliza série “Lost” completa
© 1285 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.