Direto da Toca: Viajamos ao Egito da época dos faraós na nova sala do Escape 60

Egito e a riqueza de suas histórias são fontes aparentemente inesgotáveis de conhecimento. Além da seriedade com que é possível enxergar todas sua bagagem – mitológica ou comprovada – também dá para transformar seus elementos em frutos de um bom entretenimento.

A nova sala da Unidade Jardins do Escape 60 é uma prova disso. A temática de “A Fuga do Egito” faz excelente uso de passagens narradas em uma das mais famosas passagens da Bíblia: o chamado “Êxodo” foi a fuga do profeta Moisés e do povo hebreu, por volta do ano 1250 A.C., em meio à aparição das dez pragas que assolaram o país. Caberá aos jogadores, em 60 minutos, fazer a travessia que levará ao Monte Sinai e ao encontro das Tábuas da Lei.

É importante deixar claro que não é necessário nenhum entendimento prévio de textos bíblicos, uma vez que a intenção da sala não é oferecer um jogo de cunho religioso. Através de enigmas eficientes e que exigem atenção e muito trabalho em grupo, a partida transforma-se em uma bem-sucedida proposta de aventura.

Fiquei agradavelmente surpresa com a diversidade dos desafios. A presença dos cadeados permanece firme e forte, mas fora eles, há outros vários elementos que compõem uma boa sucessão para que se chegue às respostas de maneira lógica.

O óbvio ponto alto da sala é a opção por unir um tema tão antigo a uma tecnologia tão atual. Em parte do período passado no ambiente é feito o uso de equipamentos de VR (Realidade Virtual), o que torna a experiência ainda mais imersiva e fascinante. Tive pouco contato prévio com essa tecnologia, enquanto outros colegas da equipe Escapers Divertidos já estavam mais familiarizados com ela, mas a reação foi unânime: todos adoramos esse momento do jogo.

Por outro lado, algumas coisas poderiam ter funcionado de maneira mais eficiente, sem que precisássemos de uma intervenção tão longa do monitor (Vinícius, que tentou no ajudar da melhor maneira possível). Algumas etapas, apesar de óbvias depois de concluídas, não estavam bem representadas e pareceram medianas em um primeiro momento – ainda que seus resultados tenham levado sempre a resoluções satisfatórias.

No geral, a cenografia impressiona e é fácil sentir-se no luxuoso ambiente dedicado ao Faraó, com lindos e importantes detalhes em cada canto. Assim como é bastante coerente toda a ambientação da travessia que leva à porta de saída.

Nós escapamos da sala com o cronômetro apontando 6 minutos e 42 segundos para o término do tempo, satisfeitos, e já na torcida para que mais estabelecimentos façam uso dessa notável parceria entre o jogo que incita os jogadores a atuarem ativamente, com a tecnologia que pode ampliar ainda mais as possibilidades de criação de novos temas / cenários.

A sala “A Fuga do Egito” foi inaugurada recentemente e está disponível na Unidade Jardins do Escape 60, localizada na capital paulista. Para mais informações e reservas, acesse: www.escape60.com.br.

por Angela Debellis

Filed in: Direto da Toca, Saia da Toca

You might like:

Direto da Toca: Fomos à Coletiva de Imprensa de “Turma da Mônica – Laços” Direto da Toca: Fomos à Coletiva de Imprensa de “Turma da Mônica – Laços”
Havaianas mergulha no universo secreto dos brinquedos com “Toy Story 4” Havaianas mergulha no universo secreto dos brinquedos com “Toy Story 4”
Assista ao trailer oficial de “Aprendiz de Espiã” Assista ao trailer oficial de “Aprendiz de Espiã”
Lilia Cabral é solteirona que quer desencalhar no trailer de “Maria do Caritó” Lilia Cabral é solteirona que quer desencalhar no trailer de “Maria do Caritó”
© 2019 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.