São Paulo recebe espetáculo para bebês, “Meu Jardim”

Entediado, em meio a um deserto, um viajante decide criar um jardim. Mas como fazê-lo? A partir do texto da autora belga de origem iraniana Mandana Sadat, o Grupo Sobrevento compõe um espetáculo que fala de esperança, de sonho, do desejo e da possibilidade de transformar o mundo, em uma paisagem que poderia ser o Irã, como poderia ser o Brasil.

A montagem de “Meu Jardim” utiliza elementos visuais e sonoros próprios da cultura brasileira e se aproxima da cultura iraniana. Juntas, curiosamente, parecerão familiares a cidadãos de todo o mundo. A estrutura do texto original – publicado em um livro que se lê em idioma ocidental da esquerda para a direita e que se lê em persa da direita para a esquerda, compondo duas histórias semelhantes, porém diferentes – mantém-se nesta montagem, com a construção e a desconstrução do jardim. Uma desconstrução que deixa, entretanto, uma semente como presente de esperança e de possibilidade de recriação.

meu-jardim-sobrevento-foto-marco-aurelio-olimpio-media-4

Para o Grupo Sobrevento, criar um mundo, um jardim, do nada, no nada, como o faz em seu espetáculo, como o fez Mandana Sadat ao escrever o seu livro, como fez o público ao ter os seus bebês, é a crença de que há um mundo bonito a ser construído e que a vida, definitivamente, vale a pena.

Crédito da foto: Marco Aurélio Olimpio.

Serviço:

Meu Jardim

1º de outubro a 06 de novembro. Sábados e domingos às 11h

Espaço Sobrevento

Rua Coronel Albino Bairão, 42 – próximo ao metrô Bresser Mooca. Belém. São Paulo/SP

Recomendação: teatro para Bebês

Entrada Franca

Lotação: 40 lugares (1 bebê e 1 acompanhante). Para proteger os bebês e garantir a qualidade dos espetáculos, haverá reservas pelo telefone (11) 3399-3589 e pelo e-mail info@sobrevento.com.br. Os ingressos devem ser retirados a partir de meia hora antes de cada sessão. As reservas caem 10 minutos antes do início do espetáculo. Serão disponibilizados no máximo 35 lugares para bebês e 35 para acompanhantes, por sessão

Um acompanhante extra ou outro espectador poderá ser admitido, caso haja disponibilidade de lugares, por ordem de chegada e a critério da produção. O Espaço Sobrevento está especialmente preparado para receber bebês e seus pais: dispõe de assentos especiais para bebês, trocador, assentos sanitários infantis nos banheiros e brinquedoteca

da Redação A Toupeira

Filed in: Teatro Tags: , ,

You might like:

Crítica: “Cegonhas – A história que não te contaram” Crítica: “Cegonhas – A história que não te contaram”
© 2019 AToupeira. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.